OPINIÃO

Ponto de Vista

Por
· 3 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

Reminiscências

No dia 26 de outubro de 1929 entrou em circulação O Boavistense, periódico editado em Boa Vista do Erechim. O jornal fundado por Estevam Carraro cobriu ao longo de sua existência os principais acontecimentos da época.  Das oficinas da Tipografia Modelo, que imprimia o jornal, posteriormente rebatizado de A Voz da Serra, saíram inúmeras obras, dentre as quais Labaredas e Cinzas, de autoria do editor Luiz F. Souto Neto, Monografia do Município de Getúlio Vargas, do advogado Léo Stumpf, e A Serra do Erechim, de Juarez Miguel Illa Font. Marcou época os periódicos Almanaque da Serra e Revista de Erechim. Artigos e colunas assinadas por Antonino Xavier de Oliveira, Romeu Paiva, Wilson Weber, Walter Spalding, Francisco Riopardense de Macedo, Geder Carraro, entre outros, tinham lugar cativo nos periódicos editados no prédio localizado no número 220 da Av. Mauricio Cardoso.

 

I I

 

Na última década do século passado vivenciei o dia-a-dia da redação do À Voz da Serra, sob a direção dos jornalistas Gilson Edy Carraro e Maria Lúcia Carraro Smaniotto, primogênito, e neta do fundador. Na época a internet ainda era novidade e a diagramação do jornal já era feita no computador. A equipe de jornalistas, colunistas, arte-finalistas e impressores eram de peso. A linotipo deu lugar a uma moderna rotativa bicolor. As máquinas de escrever substituídas por computadores, e as máquinas fotográficas com filme pelas digitais. O telégrafo, que marcou época no período da II Guerra Mundial até o advento do telex, foi substituído pelo aparelho de fax, e este, pelo e-mail. Mas o melhor de tudo era o burburinho da redação. A elaboração da pauta, a distribuição do pessoal para as coberturas do dia, a produção das matérias, a seleção das fotos, as manchetes, e a revisão. E por fim o sufoco no fechamento.

I I I

 

Estas lembranças vieram à tona agora quando com satisfação soube do pré-lançamento do livro “Atlanga: 40 Anos de Emoção”. A obra leva a assinatura dos jornalistas José Adelar Ody e Marco Aurélio Castro, colegas dos tempos de A Voz da Serra. O prefácio do livro com os selos da Academia Erechinense de Letras e do Instituto Jaci De Lazzari, tem a lavra do jornalista David Coimbra. Como não poderia deixar de ser o jornal da família Carraro foi a principal fonte de pesquisa. Muitas das matérias e especiais sobre o Atlântico e o Ypiranga, que rivalizaram por mais de quarenta anos, foram escritas pelo Ody e o Marcão. Em 2017, o escritor e jornalista Salus Loch, lançou o livro “A Tenda Branca”. Ele foi um dos últimos a iniciar a carreira na redação do A Voz da Serra. Nos últimos anos Salus visitou 34 países a trabalho, produzindo reportagens para publicações do centro do Brasil. ‘      

 

Curtas:

# A adoção de tecnologias para uma maior eficiência da gestão pública foi o tema do I Fórum de Cidades Digitais do Alto Uruguai realizado recentemente na Uri Erechim.

# Delegações de vinte municípios compareceram ao evento promovido pela Rede Cidade Digital, e oito deles foram distinguidas com o título de Projeto Inovador Alto Uruguai-RS.

# Charrua (com o projeto Lâmpadas de Led),  Estação (Videomonitoramento), ; Jacutinga (Jacutinga de Olho),  e Barão do Cotegipe (Modernização da Iluminação Pública).

# E ainda: Erechim  (Robótica para alunos das escolas municipais),  Gaurama  (Internet Rural),  Paulo Bento (Nota Fiscal Eletrônica), e Três Arroios (Inclusão Digital).

# Os Índices de Participação dos Municípios (IPM) para 2020 foram divulgados pela Secretaria Estadual da Fazenda no primeiro dia de julho.

# Em que pese os percentuais serem provisórios os 497 municípios gaúchos já podem projetar o retorno do ICMS para o próximo ano.

# O prefeito Maurício Soligo (PP), de Getúlio Vargas, e equipe, comemoraram o aumento de 3,94% do IPM, reflexo do desempenho médio da economia local entre 2017 e 2018 que coloca o município na 150ª posição.

# O Vereador Dinarte Afonso Tagliari Farias (PP) foi empossado na tarde de segunda-feira (01) na presidência do Poder Legislativo de Getúlio Vargas.

# Presidente da executiva municipal do PP, Dinarte assumiu a função exercida desde o inicio do ano pelo colega Paulo César Borgmann (PP), que se licenciou do cargo.

#  Dinarte Afonso Tagliari Farias tem 37 anos e foi eleito pela primeira vez para a legislatura 2009 – 2012 e reeleito em 2013 e 2017, e pela quarta vez assume a presidência da Câmara Municipal.

Dito & Feito:

O prefeito Mário Luiz Ceron (PTB), esteve reunido na última terça-feira (02) com demais prefeitos na Funasa em Brasília, Na oportunidade o prefeito de Ipiranga do Sul falou com o presidente Ronaldo Nogueira sobre a iniciativa do uso compartilhado da Usina Asfáltica e outras demandas de interesse da comunidade do município. 

 

Gostou? Compartilhe