OPINIÃO

?EURoeOcaso?EUR? Cotrigo

Por
· 2 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

A nota de esclarecimento assinada pelo conselho fiscal da Cotrigo revela a real situação da cooperativa com sede na cidade de Estação. Endereçado ao quadro social, a comunidade, e aos poderes públicos, o documento de sete páginas foi divulgado na manhã de quinta-feira (12). Já na abertura aponta ser “dramática” a situação financeira, e também o “quadro de insolvência” criado a cerca de uma década. Em números redondos um “passivo da ordem de R$ 380 milhões, sendo R$ 200 milhões somente em tributos”. E ainda que “associados, fornecedores e empregados foram os mais prejudicados”.

 

I I

 

Grande parte dos ativos, dentre os quais o laticínio supermercados, granjas de suínos, fábrica de ração e moinho de milho, foram à hasta pública. O mesmo se deu comas unidades armazenadoras de grãos, arrematada em leilão pela Olfar S.A. no mês de abril por R$ 40.279.884,00, com um desembolso no ato de 25%, e o restante em 30 parcelas mensais. O leilão do frigorífico, realizado no mesmo dia, teve apenas um interessado. A oferta de R$ 24.850.000,00 foi homologada pela 2ª Vara Federal de Erechim. Porém a Ativa Brasil Gestão e Participação Empresarial Ltda. não fez o pagamento no prazo acordado de 120 dias. O fato levou a direção da Cotrigo a entrar com uma ação contra a mesma.

 

I I I

A planta industrial, instalada no número 55 da Rua Josino Monteiro, que nos últimos anos vinha prestando serviço a Pamplona Alimento S.A. interrompeu a produção no dia do leilão. Os trabalhadores tiveram seus contratos encerrados. As expectativas de que os novos proprietários fariam as contratações de pessoal para e retomada da produção não se confirmaram. Ao menos os recursos que estão sendo remetidos da Justiça Federal para a Justiça do Trabalho vão garantir o pagamento das rescisórias trabalhistas, que segundo o documento é de R$ 17 milhões. Um novo leilão do frigorífico, desta feita no âmbito da Justiça do Trabalho, deverá ocorrer em breve, reacendendo as expectativas da reabertura dos postos de trabalho, abate e produção.

 

Curtas:

# A Câmara de Vereadores de Sertão vai realizar no dia quatro de outubro, às 19h30min horas, sessão plenária ordinária na Comunidade São Roque.

# A proposta foi aprovada do presidente do legislativo sertanense, vereador Olavo de Albuquerque (PDT) foi aprovado por unanimidade na sessão realizada na segunda-feira (09).

# A comissão provisória do PSL de Getúlio Vargas, presidida por Ramão Pedroso do Prado, aguarda para o dia 25 de outubro a vista do deputado federal Nereu Crispim presidente estadual da sigla.

# Na oportunidade haverá a posse oficial da executiva local, a filiação de novos correligionários, e anunciada emenda parlamentar para o município.

# Uma audiência pública programada para as 10 horas da próxima quarta-feira (18) está sendo convocada pelo município de Getúlio Vargas.

# Na pauta da audiência que será realizada na Câmara de Vereadores, a demonstração do cumprimento das Metas Fiscais do 2º quadrimestre.

# A vereadora Deliane Assunção Ponzi (MDB) apresentou na sessão ordinária realizada na noite de quinta-feira (12) informações sobre o número de médicos lotados nas Unidades Básicas de Saúde.

# Também quer saber qual o número de consultas atendidas a cada dia, os critérios para triagem das consultas de urgência e quem é o responsável pela tarefa em cada UBS.

# Na mesma sessão o vereador Paulo César Borgmann (PP) sugere que a Smecd cria a Olímpiada Municipal de Educação na rede pública de ensino, em disciplina a ser escolhida pela coordenação de cada educandário.

Dito & Feito:

A Assembleia Legislativa realizou, na tarde de quarta-feira (11), Sessão Solene em Homenagem ao Movimento Cívico da Legalidade. Representantes de seis bancadas se manifestaram sobre o episódio histórico, que uniu não só os gaúchos, mas lideranças e setores de toda a sociedade brasileira em defesa da ordem jurídica.

Gostou? Compartilhe