GESP apresenta ao MP propotas de políticas ambientais

Integrantes do Grupo Ecológico Sentinela dos Pampas/GESP apresentaram ao promotor Paulo Cirne, documentos sobre políticas ambientais para Passo Fundo

Por
· 1 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

Integrantes do Grupo Ecológico Sentinela dos Pampas/GESP apresentaram ao promotor Paulo Cirne, documentos sobre políticas ambientais para Passo Fundo. Entre eles, o relatório preliminar mostrando a importância da preservação e recuperação dos recursos naturais do municípío. Passo Fundo está inserido no Bioma Mata Atlântica , um dos principais ecossistemas do Brasil e que encontra-se somente com aproximadamente 12% da área original que existia no passado.


O bioma atinge 15% do território brasileiro e compreende 17 estados e foi o primeiro bioma a ser assegurado por legislação - Lei da Mata Atlântica nº 11.428/2006. Estudos realizado a mais de dez anos pelo Grupo Ecológico Sentinela dos Pampas e o antigo Departamento de Florestas e Áreas Protegidas/DEFAP da SEMA, apresentou aproximadamente 7% de cobertura florestal nativa em Passo Fundo, dados que precisam ser analisados e estudados com mais precisão. O Conselho Municipal do Meio Ambiente/FMMA formou um Câmara Técnica com a participação de profissionais da Secretaria Municipal do Meio Ambiente e Secretaria Municipal de Habitação que já estão realizando estudos sobre este tema. No encontro, também foram debatidos sobre a legislação das sacolas plásticas, que segundo a entidade, não está sendo cumprida pelo municípío e o Projeto Rio Passo Fundo - Sociedade e Cidadania.

Gostou? Compartilhe