Prefeitura abre novo edital para ampliação do quartel do Corpo de Bombeiros

Empresa vencedora do primeiro chamamento público desistiu da contratação alegando incapacidade técnica

Por
· 2 min de leitura
Divulgação/ONDivulgação/ON
Divulgação/ON

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

A Prefeitura Municipal de Passo Fundo lançou um novo edital para a contratação de uma empresa especializada em construção civil para executar o projeto de ampliação do quartel da 1ª Companhia de Bombeiro Militar (CiaBM) – Estação Alebrante. Publicado na sexta-feira (18), o chamamento público ficará aberto até o dia 14 de outubro após a anulação da primeira tomada de preços por desistência da vencedora, de Veranópolis, que alegou incapacidade técnica para execução da obra. 

Com uma margem orçamentária de R$ 2,1 milhões de reais, provenientes do Fundo de Reaparelhamento do Corpo de Bombeiros (FUNREBON), a nova estrutura será uma central de análise dos planos de prevenção e combate a incêndios para toda a região do Planalto, segundo explicou o tenente-coronel do 7º Batalhão de Bombeiros Militar, Alexandre Pires Bittencourt, destacando que a edificação vai possibilitar um atendimento com tempo de resposta menor em emergências que ocorram na parte leste da cidade. “A gente queria já estar entregando para a população um serviço melhor. Infelizmente faz parte”, afirmou ao se referir sobre a postergação do início das obras. 

Estrutura

A ampliação da nova sede da Corporação dos Bombeiros, que será anexa ao prédio já existente no bairro Petrópolis, deve abrigar três pavimentos para posicionamento de caminhão, ambulâncias para resgate e aumento da guarnição para 25 soldados. De acordo com o tenente-coronel, 63 militares estão, atualmente, atendendo as ocorrências em Passo Fundo com equipes divididas entre a zona urbana e o Aeroporto Lauro Kortz. De janeiro a setembro, conforme ressaltou, os agentes já atuaram em mais de 1,8 mil operações contra incêndio, busca e resgate no município. “A previsão de entrega da obra é de 12 meses, mas como a estrutura será em pré-moldado, a empresa vencedora deve fazer um esforço para terminar antes”, pontuou Bittencourt destacando o pioneirismo do projeto na cidade, que foi uma das 12 selecionadas para a centralização do recebimento de planos de prevenção no território gaúcho. “Essa obra é muito importante para nós e para a comunidade regional”, frisou. “Com a central de análise, receberemos tudo de forma online e, ao mesmo tempo, teremos a condição de manter o serviço no bairro Petrópolis”, disse. 

Conforme ilustra o projeto arquitetônico do novo prédio do Batalhão de Bombeiros, o primeiro andar será maior para facilitar o atendimento pré-hospitalar e de desinfecção das viaturas de resgate, além da emergência no atendimento nessa parte da região, considerada crítica pelo grande fluxo de trânsito e dificuldade para a mobilidade em operações de salvamento. A análise dos projetos de prevenção a incêndios, já pontuada pelo tenente-coronel, se dará nos pisos superiores da unidade que será, também, adequada às pessoas portadoras de deficiência e projetada para evitar um eventual contato da água contaminada com sangue com o esgoto comum. 

Gostou? Compartilhe