Em regime de mutirão, mais de 1,6 mil idosos foram vacinados

Campanha ocorreu neste sábado apenas no CTG Lalau Miranda; neste domingo, a aplicação das primeiras doses será estendida a idosos nascidos em 1947 ou anteriormente

Por
· 2 min de leitura
Foto: Diogo Zanatta/PMPFFoto: Diogo Zanatta/PMPF
Foto: Diogo Zanatta/PMPF
Você prefere ouvir essa matéria?

Em mais uma mobilização para a vacinação contra a Covid-19, neste sábado (13), 1.612 idosos com 75 anos ou mais receberam a primeira dose em Passo Fundo. Ocorrida apenas nas dependências do CTG Lalau Miranda, tanto no interior da unidade quanto no formato drive-trhu (dentro dos carros), a campanha foi avaliada como bastante positiva pela secretária municipal de Saúde, Cristine Pilati, que reforçou a celeridade no fluxo das aplicações.

Conforme ela, o auxílio prestado pelos servidores de todas as secretarias da Administração foi importante para organizar o trânsito e o cadastramento das pessoas vacinadas. "Como de costume, abrimos a vacinação no início da manhã já com pessoas aguardando nos carros. Em poucos minutos, conseguimos atender a demanda inicial e, na sequência, tudo transcorreu com bastante normalidade", observou ela, complementando que a estrutura do CTG permite uma agilidade maior na condução do processo.

O prefeito, Pedro Almeida, esteve no CTG no início da manhã para conferir o trabalho das equipes e reforçou a importância da vacina como ferramenta para garantir o enfrentamento à pandemia. "A Prefeitura tem feito todas as ações possíveis para ampliar a cobertura vacinal em Passo Fundo. Cada pessoa vacinada representa um avanço para sairmos da pandemia com segurança", observou.

Uma destas pessoas foi a aposentada Santina Fernandes da Silva, de 75 anos. Moradora do bairro Santa Maria, ela chegou pouco antes das 8h no CTG. "Eu vim cedo pra garantir a vacina. O pessoal aqui está de parabéns, porque, em menos de 10 minutos, eu fui atendida e vacinada. Tenho muita esperança nesta vacina, porque a gente ouve tanta coisa ruim, as pessoas estão perdendo seus empregos, que acho que só a vacina mesmo nos ajuda a sair dessa", celebrou ela, aguardando o filho que voltaria para buscá-la. "Eu disse pra ele vir mais tarde, porque achei que ia demorar, mas foi tão rápido, que já tive que pedir pra ele voltar".

Já a dona Irene da Rosa, de 80 anos, veio acompanhada pelo marido. "Eu estava na expectativa da vacina. A aplicação foi bem rápida e também não esperei muito na fila. Foi tudo muito bem", comentou ela, acrescentando que é preciso manter os cuidados agora que tomou a primeira dose. "Não dá pra relaxar agora, porque o vírus ainda tá aí".

Vacinação estendida

O movimento no CTG Lalau Miranda foi intenso durante a manhã, quando foram vacinadas cerca de 1,2 mil pessoas. À tarde, a procura foi reduzida e aproximadamente 400 idosos compareceram na unidade para receber a primeira dose. Tendo em vista a movimentação, neste domingo (14), a vacinação será estendida para idosos com 74 anos ou mais (nascidos em 1947 ou anteriormente).

Pessoas pertencentes a essa faixa etária poderão se dirigir ao CTG Lalau Miranda. A vacinação será realizada a partir das 8h com cerca de 500 doses remanescentes do sábado.

Para serem vacinados, os idosos devem apresentar documento de identificação com foto, CPF ou cartão SUS e comprovante de residência.

Vacinação de acamados

Neste sábado, equipes da Secretaria de Saúde vacinaram em casa 61 idosos acamados.

Gostou? Compartilhe