Professores fazem carreata pela vacina

Categoria pede imunização para educadores, funcionários e alunos

Por
· 2 min de leitura
 (Foto: Bruna Scheifler/ON) (Foto: Bruna Scheifler/ON)
(Foto: Bruna Scheifler/ON)
Você prefere ouvir essa matéria?

Professores das rede municipal, estadual e particular participam na manhã deste domingo de uma carreata, em Passo Fundo, denominada “Pela educação, pela vacinação e pela vida”. O ato teve saída às 10h, com concentração na avenida Brasil, trevo da caravela, e chegada em frente à prefeitura.

Com balões e cartazes nos carros, para chamar a atenção dos passo-fundenses e dos governantes, os professores pedem vacinação para todos como forma de garantir o retorno seguro das aulas presenciais nas escolas. “Todos nós queremos o retorno, mas tem que ser com segurança. É preciso a vacinação dos professores, funcionários e alunos. Sem isso, a categoria toda está em risco”, afirmou o diretor do CMP Sindicato, Eduardo Albuquerque. 

A carreata percorreu a Avenida Brasil até a Prefeitura (Foto: Bruna Scheifler/ON)

Diretor do 7º Núcleo do CPERs/Sindicato, o professor Orlando Marcelino, questionou a qualidade das máscaras distribuídas pelo governo do estado, e disse que as principais providências não foram tomadas: testagem e vacina. “A epidemia entrou numa fase mais crítica nos últimos meses. Muitos jovens sendo acometidos pela doença. Essa situação aumenta muito os riscos de contágio. Precisamos da vacina com urgência” declarou.

"A população, os professores, mesmo eu que já sou aposentada, nós temos que vir lutar por aquilo que nós queremos, que é necessário e que é urgente, que é o caso da vacina para todos. E que ela seja ofertadas às pessoas pelo SUS", disse a professora aposentada da rede particular Alcemira Maria Fávero.

A professora Alcemira Fávero aproveitou a concentração para ler (Foto: Bruna Scheifler/ON)

O ato foi organizado em conjunto pelo CMP Sindicato, 7º Núcleo do CPERS Sindicato, Sinpro e Simpasso. Essas entidades publicaram uma nota nas redes sociais justificando a necessidade da vacinação urgente para toda a categoria. Confira abaixo.

Nota das entidades

As entidades signatárias deste documento, que representam os trabalhadores em educação da rede municipal, estadual e particular no município de Passo Fundo, solicitam ao poder público a prioridade imediata na vacinação de todos os profissionais que atuam na área da educação. Entendemos que o retorno às aulas só poderá acontecer com a imunização de toda a comunidade escolar, que compreende além de professores e funcionários, também alunos e seus familiares.

Vivemos uma crise mundial sem precedentes que afetou profundamente a educação. Professores, pais e alunos tiveram de se adaptar a uma nova forma de ensinar e aprender, passando por uma série de dificuldades, que vêm sendo superadas com muito esforço, dedicação e competência por parte de todos os profissionais que atuam na área educacional.

 A educação mais do que nunca terá o papel crucial na superação deste grave problema sanitário que abalou o mundo inteiro. Entendemos que essa é a hora de se repensar sobre a educação e sua importância na reconstrução do país e na retomada da sociedade. Entretanto, para que isso seja possível, é preciso que a saúde e a vida estejam em primeiro lugar, por isso defendemos a vacinação não só dos que trabalham com a educação, mas a vacinação de todos. Todas as vidas importam para nós educadores.

 Desta forma, conclamamos a todas e todos para que se juntem a nós neste movimento pela vacinação, pela valorização da educação e pela vida, pois entendemos que somente com a união de toda a sociedade em torno da imunização é que poderemos superar este grave e desafiador momento da nossa história.


Gostou? Compartilhe