Prefeitura prossegue com regularização de imóveis no Bairro Jaboticabal

A ação faz parte do programa nacional de regularização fundiária

Por
· 1 min de leitura
Foto: Diogo Zanatta/PMPFFoto: Diogo Zanatta/PMPF
Foto: Diogo Zanatta/PMPF
Você prefere ouvir essa matéria?

A Prefeitura de Passo Fundo realizou nesta sexta-feira (18) um ato simbólico com mais cinco famílias do bairro Jaboticabal para entrega do título definitivo dos seus imóveis. A ação faz parte do programa nacional de regularização fundiária.

Para o prefeito Pedro Almeida, os títulos representam mais segurança e tranquilidade para essas famílias. “A Prefeitura, através do REURB, está tornando possível este momento, que dá mais garantias legais para essas pessoas. Isso significa que elas poderão investir com tranquilidade em seus imóveis”, argumentou ele.

Foram contempladas com o título de seus imóveis, Antônia da Silva Machado, Silvana da Silva e Maria Isabel dos Santos Silva, moradoras da rua Ildo Meneghetti, Jenifer de Brito, moradora da rua Rádio Planalto e Hortência de Brito, da Avenida Alvorada, todas do bairro Jaboticabal.

Moradora do bairro há 35 anos, Hortência de Brito afirmou que o recebimento da escritura é um momento de muita felicidade para a família. “Estamos contentes e com a segurança de saber que o imóvel é nosso e está com tudo certinho. Agradecemos por essa atenção da Prefeitura”, destacou. Para Silvana, moradora do bairro há cerca de 17 anos, a escritura significa a posse definitiva de seu imóvel e possibilita novos investimentos. “Agora sei que aqui é meu lugar, posso investir e ter mais qualidade para a minha família”, afirmou.

Conforme o secretário de Habitação, Paulo César Caletti, a Prefeitura também está dando andamento a mais duas ações do REURB-S. No Loteamento Manoel Corralo, serão regularizados 154 lotes e, no bairro São José, outros 97. “Nos próximos meses também devem entrar nesse processo de regularização lotes no bairro Victor Issler, Parque do Sol e da antiga viação férrea, localizados próximos à Avenida 7 de Setembro”, afirmou Caletti, recordando que as ações de regularização através da REURB-S foram iniciadas na gestão anterior, com o programa “Minha Casa é Legal”.


Gostou? Compartilhe