Passo-fundense será homenageada em livro

Obra relatará as histórias pessoais e profissionais de 27 personalidades de diferentes áreas

Por
· 1 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

O escritor e cronista Luis Fernando Veríssimo e a coordenadora e idealizadora da Jornada Nacional de Literatura, Tania Rösing serão homenageados em projeto inédito do PGQP. A obra “Vidas de Qualidade – Trajetórias de Sucesso nos 20 Anos do PGQP” relatará as histórias pessoais e profissionais de 27 personalidades de diferentes áreas que trabalharam com qualidade, competência e inovação nas últimas duas décadas. A cerimônia de lançamento será no dia 4 de dezembro, às 11h, no Palácio Piratini. A obra faz parte das ações que marcam o aniversário de 20 anos da entidade.

O livro foi escrito por Luís Fischer, com fotos de Eurico Sallis, sob a curadoria do diretor do Insituto Gerdau, José Soares Martins e coordenação do jornalista Marcello Beltrand. Os homenageados foram escolhidos por representantes da sociedade com atuação relevante em cada uma das áreas. Esses representantes integraram voluntariamente o Comitê Externo de Avaliação com a finalidade de selecionar os homenageados.

Com mais de 60 títulos publicados, o escritor Luis Fernando Veríssimo é um dos escritores contemporâneos mais populares do país. Natural de Porto Alegre, nasceu em 1936, filho do também escritor gaúcho Érico Veríssimo. Morou no Estados Unidos e no Rio de Janeiro, onde ensaiou uma carreira como publicitário. Já com 30 anos retornou ao estado, onde começou sua trajetória como jornalista. No mesmo jornal que iniciou a carreira de reportagem, ganhou espaço como cronista, onde descobriu sua verdadeira vocação. Hoje, é reconhecido nacionalmente por suas crônicas irreverentes e textos de humor abundantes de sátira que são publicadas diariamente em jornais de todo país, além de revistas semanais e mensais. Além das crônicas e textos, Veríssimo é cartunista e já publicou sete romances.  Exímio saxofonista, o escritor também dedica-se a música.

Incentivadora da leitura no interior do estado, Tânia Rösing formou-se em Letras e Pedagogia. Com mestrado e doutorado pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), hoje é professora de Teoria Literária na Universidade de Passo Fundo, cidade onde nasceu e foi criada.  É reconhecida por idealizar e coordenar a Jornada Nacional de Literatura, que ocorre a cada dois anos em Passo Fundo, e está consolidado com um dos mais importantes eventos culturais do país. Desde a primeira edição, em 1981, o evento reúne escritores de renome, professores e alunos com o objetivo de discutir e difundir literatura no interior do estado. Sob a coordenação de Tânia, a Jornada é responsável pelo desenvolvimento de toda a área cultural da cidade e da região, que ostenta os melhores índices de leitura do país.

Gostou? Compartilhe