Semáforos aguardam equipamento para funcionar

As sinaleiras foram instalados em ruas centrais da cidade e dependem de controladores para serem ligados

Por
· 3 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

Dois cruzamentos no centro de Passo Fundo estão com os semáforos instalados esperando equipamento para serem ligados. Um dos pontos é na esquina da Rua Coronel Chicuta com a Rua Minas Gerais e o outro é na Minas Gerais com a General Daltro Filho. O secretário municipal de Segurança Pública, Darci Gonçalves, explica que os semáforos dependem de um controlador, que no momento está em falta na prefeitura.

“Os semáforos já foram colocados nos dois pontos porque o contrato já previa a instalação, então nós aproveitamos. Agora estamos fazendo uma compra de controladores”, explica Gonçalves. Ainda não há previsão de funcionamento das sinaleiras, já que o edital de licitação dos equipamentos ainda não foi publicado. O setor de licitações da prefeitura informou que depois de publicado, é possível finalizar o processo em 45 dias.

O secretário pontuou que a escolha dos dois pontos para instalação dos semáforos foi em virtude da alta demanda em horário de pico. “Pela quantidade de passagem de veículos. É uma quantidade razoável, principalmente nos horários de maior fluxo, por isso escolhemos estes locais. Hoje as pessoas têm dificuldade de atravessar a Coronel Chicuta e têm dificuldade de atravessar a Daltro Filho. Com o semáforo isso vai ser resolvido. Vai melhorar o trânsito”, comentou.

Obras do Daer em Passo Fundo

O Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer), vinculado à Secretaria dos Transportes, deu início à restauração de mais uma rodovia contemplada pelo Contrato de Restauração e Manutenção (Crema) da região de Passo Fundo – Palmeira das Missões. As equipes estão atuando na RSC-153 e devem concluir os serviços ainda este mês.

“Conseguimos superar todas as pendências contratuais e de projeto para tornar essas obras realidade dentro do cronograma de recuperação das estradas gaúchas, o que nos deixa muito satisfeitos", acrescenta o secretário dos Transportes, Pedro Westphalen. "Essa região há anos não recebia investimentos desse porte.”

A recuperação da rodovia iniciou em julho passado e abrange os 9,25 quilômetros desde o entroncamento da BRS-285 - junto ao acesso à ERS-324, em direção a Carazinho - até o fim do trecho duplicado, em Passo Fundo. No momento, estão sendo realizadas a fresagem e a recomposição do pavimento no contorno sul do município.

“O mesmo trabalho ocorre paralelamente na ERS-129. A intenção é restaurar o pavimento na primeira etapa do contrato e, após esse período, garantir que as rodovias estejam em excelentes condições por meio dos serviços de manutenção”, explica o diretor-geral do Daer, Rogério Uberti.

O Crema Passo Fundo – Palmeira das Missões iniciou em maio deste ano pela ERS-324, entre Casca e Passo Fundo. O programa financiado pelo Banco Mundial (Bird) encerra em dezembro de 2021. No total, serão sete estradas recuperadas, que totalizam 315 quilômetros de obras. O investimento total é de R$ 138,3 milhões.

Confira as rodovias que integram o Crema Passo Fundo – Palmeira das Missões:

ERS-129 (2,47 km)

- entr. ERS-324 (p/ Nova Araçá) – entr. ERS-324 (p/ Casca)

RSC-153 (9,25 km)

- entr. BRS-285/ERS-324 (p/ Carazinho) – Passo Fundo (fim da duplicação)

ERS-324 (183,89 km)

- entr. ERS-406 (Serraria) – entr. ERS-483 (Três Palmeiras)

- entr. ERS-483 (Três Palmeiras) – entr. ERS-404 (Rondinha, início do contorno)*

- entr. ERS-404 (Rondinha, início do contorno) – Natalino

- Natalino – entr. BRS-153/285 (p/ Carazinho)*

- entr. BRS-153 (p/ Ernestina) – entr. ERS-129 (p/ Casca)

ERS-404 (23,83 km)

- entr. BRS-386 (p/ Carazinho) – entr. ERS-324 (p/ Ronda Alta)*

ERS-406 (27,42 km)

- entr. RSC-480 (p/ Goio-En) – entr. ERS-324 (p/ Serraria)*

ERS-463 (30,86 km)

- entr. ERS-135 (Coxilha) – acesso a Tapejara

ERS-569 (37,42 km)

- entr. BRS-468 (Palmeira das Missões) – entr. BRS-386 (p/ Sarandi)

Acordo de Resultados

O Crema Passo Fundo – Palmeira das Missões integra o Acordo de Resultados 2017, assinado por todas as secretarias e vinculadas e que consiste no acompanhamento dos projetos definidos como prioritários para serem executados pelo governo do Estado. Os compromissos firmados envolvem o planejamento de indicadores de desempenho, ações e eficiência da gestão.

Essa rede de governança prioriza as demandas da sociedade com intuito de construir um governo mais eficiente na aplicação de recursos, mais ágil e menos burocrático, que, de forma transparente, dialogue com a população e entregue serviços de qualidade.

Gostou? Compartilhe