Festa de Natal alegra pacientes em tratamento

Projeto realiza ação beneficente para pacientes que fazem quimioterapia no HC

Por
· 1 min de leitura
Festa teve direito a Papai Noel e a presentesFesta teve direito a Papai Noel e a presentes
Festa teve direito a Papai Noel e a presentes
Você prefere ouvir essa matéria?

Se o objetivo do projeto era desenhar um sorriso no rosto das pessoas, a missão foi cumprida com sucesso. Formado por um grupo de aproximadamente 30 pessoas, o grupo Desenhando Sorrisos realizou uma ação beneficente para animar o Natal dos pacientes que fazem o tratamento de quimioterapia no Hospital da Cidade, em Passo Fundo. Com direito a presença de Papai Noel e com música ao vivo, a festa de quinta-feira (21) transmitiu a magia do Natal para todas as idades.

Papai Noel desde que se conhece por gente, Edio Afonso Antonini assume o papel de presentar os pacientes em diversas instituições da cidade. E no Hospital da Cidade não poderia ser diferente. Mas, ao contrário do que estamos acostumados a ver, o bom velinho não entregava brinquedos, roupas ou outros acessórios. Saúde e amor era o que ele desejava para os pacientes que realizam o tratamento de quimioterapia. “A única coisa que rege o mundo é o amor. No momento em que o povo tiver amor, essa doença some. Baseado no nosso conhecimento, o amor é o desejo do irmão estar bem. Se eu tenho o desejo de transmitir amor e saúde, as doenças vão se distanciando”, explicou o bom velinho. Uma das integrantes do projeto Desenhando um Sorriso, a agrônoma Jéssica ressaltou a importância de ajudar as pessoas em uma data especial. “É muito bom, fazemos festa de Páscoa, Natal e dia das crianças em vários hospitais. Nós (voluntários) saimos muito melhor daqui”.

Responsáveis por animar a festa, os músicos Mateus Gregório e Alisson de Quadros compartilhavam do mesmo sentimento: satisfação. “Quando entramos aqui, saímos renovados. Achamos que os nossos problemas são grandes, mas não temos noção do que deve ser lutar contra uma doença. Eu gosto de vir toda vez, sempre saio renovado”, com os olhos brilhando, explicou o empresário Mateus Gregório, que participava como músico pela quinta vez.

Após a festa, a paciente Marina Helena Boff, que iniciava o tratamento justamente no dia da celebração (21), exaltou a alegria proporcinada pelo projeto “Muito legal e receptivo, da ânimo para a gente seguir em frente e anima o nosso Natal”.

Gostou? Compartilhe