Criação de um programa municipal de prevenção da diabetes é aprovada

A diabetes corresponde a cerca de 50% dos casos de problemas cardiovasculares

Por
· 2 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

Na Sessão Ordinária desta segunda-feira (27), quatro proposições foram aprovadas. Uma delas cria o Programa Municipal de Prevenção e Controle da Diabetes nas Crianças e nos Adolescentes. A iniciativa, do vereador Luiz Miguel Scheis (PDT) e adaptada pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), é definida como uma ferramenta educativa e que facilita o acompanhamento de alunos da rede municipal que são portadores da doença.


A diabetes corresponde a cerca de 50% dos casos de problemas cardiovasculares, sendo também a principal causa de perda de visão em adultos no país. A doença é vista por especialistas como um “mal silencioso” que deve ser encarado com mais seriedade pela população.
Com a proposta, o vereador Luiz Miguel espera que as crianças conheçam, a partir da realização de ações informativas e campanhas permanentes, as causas e os danos da diabetes, entendendo a importância de manter um estilo de vida saudável. “No Brasil, temos um número assustador de portadores de diabetes. Precisamos falar sobre isso e trabalhar para prevenir que mais crianças e adolescentes sofram com a doença”, destacou.


O documento aprovado estabelece que a Prefeitura disponibilize exames aos alunos. Ainda, prevê que as crianças e adolescentes diagnosticados com a patologia recebam um cardápio diferenciado e adequado e que tenham o quadro acompanhado.


Gabinete da leitura
Lançado em 2017 pelo vereador Leandro Rosso (PTB), o Gabinete da Leitura, até agora, trouxe impactos positivos a seis escolas e às vidas de mais de mil alunos. A ação ganhou, nesta segunda-feira, aval positivo para que seja intensificada e estimule o hábito de ler para os mais jovens. Isso porque os vereadores votaram a favor da proposta de Leandro para que o projeto seja institucionalizado até o fim desta legislatura.
O parlamentar enfatiza que a principal meta do Gabinete da Leitura é contribuir para a formação crítica dos alunos. Dessa forma, livros são arrecadados com a sociedade e empresários e, posteriormente, levados até as escolas, ampliando a variedade e a qualidade de suas bibliotecas. “Em menos 10 meses, desde seu lançamento, o Gabinete da Leitura chegou à marca de 600 livros, um número alto. Mas o mais importante é que beneficiamos 1.300 crianças, matriculadas em seis escolas do município. E isso é só o início de um trabalho grandioso, que está sendo feito pelo futuro das nossas crianças e adolescentes”, disse.


Tombamento
A iniciativa de garantir a preservação do pórtico do Complexo Turístico da Roselândia, um patrimônio histórico e cultural de Passo Fundo, foi aprovada. O tombamento foi proposto pelo vereador Luiz Miguel Scheis (PDT) e também recebeu alguns ajustes da CCJ, assegurando que os monumentos inseridos no local sejam modificados apenas para fins de restauração.


Prolongamento de rua
Durante a tarde, foi incluído na Ordem do Dia um Projeto de Lei que altera a finalidade de uso de um terreno municipal situado no Bairro São Luiz Gonzaga. Antes planejado para abrigar equipamentos comunitários, agora, ele deverá ser utilizado para o prolongamento da Rua Jairo Gasparotto Lemos.


A medida beneficiará a empresa FVR Incorporação Engenharia e Construção, que, em contrapartida, fornecerá ao Município um lote de quase três mil metros quadrados, onde serão instalados os aparelhos comunitários.

Gostou? Compartilhe