Pilar em Passo Fundo

Seminários do Projeto Livro do Mês acontecem nesta semana e trazem Flávia Lins e Silva a Passo Fundo

Por
· 2 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

Pilar é dona de uma rede mágica, capaz de teletransportar pessoas - e animais - para outros lugares e épocas e vê no mundo a oportunidade de vivenciar experiências que a marcarão pela vida. Depois de visitar a Grécia, o Egito e a Amazônia, o destino de Pilar é a Cidade Sagrada de Machu Picchu, no Peru. O enredo, repleto de referências, faz parte do livro Diário de Pilar em Machu Picchu, de Flávia Lins e Silva. A obra foi escolhida para as discussões do Livro do Mês de outubro e, nessa semana, irá reunir acadêmicos, alunos de escolas públicas e privadas e comunidade em geral.

Pilar é a heroína das aventuras de Flávia. Através de diários, a protagonista conta suas viagens e envolve o leitor no seu dia-a-dia. O diário que conta a viagem pelo Peru é o quarto livro da série e, através das páginas, é possível conhecer parte das tradições e lendas da civilização inca. Além de Pilar, a história traz Breno – seu melhor amigo – e Samba – seu gato e companheiro de viagens que acaba de desaparecer. Onde ele está? É o que Pilar e Breno precisam e buscam descobrir. Em um pulo, os dois entram na rede mágica e desembarcam no alto das montanhas do Peru. A história traz uma narrativa que proporciona a inserção do leitor ao lado dos personagens que trilham as margens do rio Urubamba, enfrentam o poderoso Sacerdote Supremo, escondem-se nos templos de pedra, deliciam-se com choclos e quinoa e aprendem uma série de palavras no idioma quéchua.

Por lá, Pilar e Breno fazem amizade com a jovem Yma e o “domador de insetos” Tunki. A aventura se complica quando, como parte das tradições aos deuses antigos, o Sacerdote Supremo decide levar o gato Samba e Yma para servirem ao deus Sol e ao imperador, condenando-os a uma vida de exclusão. E é aí que Breno e Pilar precisam encontrar uma forma de sair de Machu Picchu e, ainda, salvar a vida dos amigos. Além da história, essa edição do diário traz dicionário de palavras inventadas por Pilar, um pequeno dicionário de quéchua (o idioma dos incas), mapa de Machu Picchu e da trilha inca e mapa da América do Sul. E mais: a partitura do "Samba do Samba", composto por Pilar e Breno em certa parte da história.

A autora estará em Passo Fundo nesta semana, nos dias 23 e 24 de outubro, às 9h no Sesc, e, também no dia 23, às 19h30 no Auditório do CET na UPF para conversar com os leitores, em seminários abertos à comunidade. O projeto Livro do Mês é fruto de parceria entre a Universidade de Passo Fundo (UPF) e Prefeitura Municipal de Passo Fundo, em iniciativa que incentiva o hábito de ler.

Gostou? Compartilhe