Governador Eduardo Leite se manifesta sobre retorno às aulas

Por
· 1 min de leitura

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Em Live de caráter extraordinário realizada às 18h, o governador Eduardo Leite se manifestou a respeito do calendário de retorno das aulas presenciais em todo Estado. De acordo com ele, o calendário apresentado, e já divulgado pela Famurs, projeta datas parta a retirada de restrições para a abertura das escolas, mas ressaltou que esta não é uma determinação.

Leite ressaltou que serão os municípios, as instituições e os pais que irão avaliar o retorno. “Apresentamos este calendário por estarmos em risco menor no presente momento”, destacou. O governador afirmou ainda que não será um retorno a qualquer custo, e que não vai acontecer de maneira desorganizada ou que permita que se retorne ao formato anterior da pandemia.

Segundo o governador, já se passaram seis meses desde que começaram as suspensões das aulas no Estado e que neste período o tema foi pauta de diversas agendas. “É um calendário para autorizar ou deixar de restringir, não para obrigar”, afirmou.

Entretanto, a situação vai continuar sendo monitorada e existe a possibilidade de rever as datas, levando em consideração a piora ou não nos dados de contaminação até as datas previstas para os retornos ou mudando de região para região. Também insistiu que somente poderão ter a autorização de retorno aquelas regiões que estiverem em bandeira amarela ou laranja há, pelo menos, duas semanas e também observando os protocolos de cuidado.


Para mais informações, acesse /n,111975.

Gostou? Compartilhe