OPINIÃO

Ponto de vista

Por
· 3 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

Com atraso inexplicável, e que poderia ter evitado tantas mortes e sofrimento se a compra de vacinas não tivesse sido negligenciada, a campanha de imunização contra a Covid-19 avança pelo país. Os registros dos vacinados nas redes sociais crescem de modo exponencial, enquanto a dos negacionistas e defensores do uso de medicamentos preventivos sem comprovação científica são cada vez mais raros. O Sistema Único de Saúde (Sus), vilipendiado até o inicio da pandemia do coronavírus por setores retrógrados da política, o Programa Nacional de Imunização, e a rede de vacinação distribuída em todos os 5.570 municípios, estão realizando um trabalho exemplar. Os profissionais envolvidos neste processo são, na sua quase totalidade, funcionários públicos das esferas municipais, estaduais e federal.


II - Na quarta-feira (07) a assessoria de imprensa do município de Getúlio Vargas enviou aos veículos de comunicação, um anúncio informando que pessoas com 43 anos ou mais poderiam se dirigir a UBS Central para receber a vacina da Covid-19. E que na quinta-feira (08), o mesmo para os de 42 anos ou mais. E na sequência o pedido, “por favor, divulguem, as pessoas não estão indo se vacinar”. E a situação local se repete em outras paragens, como se a pandemia estivesse controlada e suas variantes não assombrando a humanidade. No mesmo dia, o governo do Rio Grande do Sul publicou o decreto nº 55.975, que detalha as regras do prêmio de R$ 1,25 milhão aos municípios que mais vacinarem contra a Covid-19 no Estado. Desde o início da campanha, o RS figura no ranking entre os que mais avançam na vacinação.


III - A iniciativa do governo de Eduardo Leite (PSDB) divide a campanha em duas etapas, com premiações de R$ 625 mil, com divulgação nos dias 20 de julho e 20 de agosto. Com o sugestivo título “Te Vacina RS”, os valores serão divididos entre os dois primeiros lugares na porcentagem de vacinas aplicadas em relação às doses distribuídas em quatro categorias: acima de 100 mil habitantes (19 concorrentes), R$ 150 mil e R$ 100 mil para 1º e 2º lugar; entre 99.999 e 50 mil habitantes (26 municípios), R$ 100 mil e R$ 75 mil, respectivamente; entre 49.999 e 10 mil habitantes (123), R$ 75 mil e R$ 50 mil; e municípios abaixo de 10 mil habitantes (329), R$ 50 mil para o 1º lugar e R$ 25 mil para o 2º lugar. Dentre os objetivos da campanha do Centro Estadual de Vigilância em Saúde, a qualificação das boas práticas em vacinação.

 

Curtas:

 

# O ex-prefeito de Ipiranga do Sul, Mario Ceron (PTB), responde pela 11ª Coordenadoria de Saúde, órgão vinculado a Secretaria de Estado da Saúde.

# Com sede na cidade de Erechim, a 11ª CRS coordena a política de saúde na 16ª Região de Saúde, que abrange 33 municípios.

# Na tarde de segunda-feira (05) o titular da 11ª CRS foi recebido pelo prefeito Maurício Soligo (PP) e a Secretária Municipal da Saúde, Graciele Possenti.

# Além da visita na UBS Bem Viver, referência para atendimento de pessoas com suspeitas de covid-19, Ceron visitou o Hospital São Roque, onde conversou com Cláudio Santolin, diretor operacional da casa de saúde.

# A Azul Linhas Aéreas confirmou a retomada dos voos comerciais entre Porto Alegre e sete cidades do interior do RS.

# O Aeroporto Comandante Kraemer de Erechim, terá a partir de agosto, três voos semanais de ida e volta à capital, nas quartas-feiras, sábados e domingos.

# A contar de 30 de setembro estão projetados voos nas segundas, quartas e sextas-feiras, e as passagens, que já estão à venda, em R$ 260,63 por trecho.

# Também passam a contar com o serviço, as cidades e regiões de Alegrete, Bagé, Canela, Santa Cruz do Sul, São Borja, Santa Rosa e Vacaria.

# A companhia Azul Conecta irá empregar aeronaves Cesnna Gran Caravan, de nove assentos.

# No início de julho, a Azul anunciou a substituição das aeronaves Cesnna Gran Caravan, que vinham sendo utilizada no Amazonas por jatos da Embraer, modelo E-195, para 118 passageiros.

# O terminal de passageiros do aeroporto Comandante Kraemer de Erechim passa a se chamar Jairo Castro.

# O projeto de lei que homenageia o piloto erechinense nascido em 20 de março de 1925 e falecido em 03 de outubro de 2008, aos 83 anos, é do deputado Paparico Bacchi (PL).

# Integrante da primeira turma de pilotos privados do Aeroclube de Erechim, Jairo Castro se notabilizou por ter pilotado aviões de pequeno porte do Rio de Janeiro ao RS, com duas horas de autonomia de combustível.

 

Dito & Feito

A Associação Amigos da Estação Ferroviária de Viadutos completou um ano de fundação no dia 15 de junho. Presidida pela arquiteta Larissa Detoffol Bez Luchini, a entidade é formada por mulheres, e trabalha para a revitalização da Estação Ferroviária, marco histórico da formação da atual sede em Viadutos. 

 

Relacionadas

OPINIÃO CIDADE

Neivo 20.06.2016

OPINIÃO CIDADE

Neivo 20.06.2016

OPINIÃO CIDADE

Coluna Neivo

OPINIÃO CIDADE

Coluna Neivo

OPINIÃO CIDADE

Coluna Neivo

OPINIÃO CIDADE

Coluna Neivo

Gostou? Compartilhe