A importância dos eletrólitos

Sódio, potássio, magnésio, fósforo, cálcio, cloretos e outros minerais são essenciais

Por
· 1 min de leitura
Fabrícia Perozzo é nutricionista Crédito: Fabrícia Perozzo é nutricionista Crédito:
Fabrícia Perozzo é nutricionista Crédito:
Você prefere ouvir essa matéria?
Os eletrólitos são minerais responsáveis pelo transporte de água para dentro das células, pelos estímulos elétricos do nosso corpo. A nutricionista Fabrícia Perozzo explica que entre as funções dos eletrólitos estão o controle da pressão arterial, do PH sanguíneo, a contração dos músculos, hidratação, reconstituição de tecidos lesionados e prevenção de câimbras. Entre os eletrólitos importantes para o organismo estão o sódio, potássio, magnésio, fósforo, cálcio, cloretos.
Em organismos com desequilíbrio de eletrólitos se verifica sintomas como desidratação, câimbras, tonturas e pressão alta. “As causas deste desequilíbrio são diversas, mas verificamos, principalmente, uma alimentação desequilibrada, com eliminação excessiva desses minerais pelo suor e urina. Essa eliminação também pode ocorrer devido a uma doença ou virose em que se verifica diarreia e vômito”, comenta a nutricionista.
 
Como repor eletrólitos?
A dieta equilibrada é a principal fonte de eletrólitos. Para isso basta incluir na rotina algumas frutas como banana, melancia, damasco e morango, além de verduras, legumes, leite e derivados, água de coco e bebidas isotônicas. “No caso dos isotônicos deve se ter cuidado com a quantidade de açúcar presente nessas bebidas, o consumo é moderado e deve-se cuidar o rótulo”, alerta. Apenas em casos específicos é indicada uma suplementação de eletrólitos. “Indica-se uma reposição mais rápida e eficiente desses minerais em pessoas com diarreia, vômito, atletas, idosos, crianças e pessoas que consomem álcool com frequência. A perda excessiva desses nutrientes pela urina e pelo suor, é o principal motivo para que ocorra um desequilíbrio no organismo”, reitera a nutricionista.
 
Gostou? Compartilhe