SindiSaúde emite nota pública sobre necessidade de cuidados contra a Covid-19

Por
· 1 min de leitura
Foto: DivulgaçãoFoto: Divulgação
Foto: Divulgação
Você prefere ouvir essa matéria?

O SindiSaúde emitiu hoje uma nota pública para alertar a comunidade para os cuidados com a propagação do vírus. De acordo com a direção do sindicato, a ideia é ressaltar a preocupação verdadeira com a gravidade da situação.

Confira a nota na íntegra


Nota pública à população de Passo Fundo

O SindiSaude, consternado com a situação devastadora da pandemia, vem a público alertar a comunidade passo-fundense sobre a ameaça de um colapso na saúde regional nos próximos dias. 

O aumento de contaminação por COVID-19 nos últimos meses tem afetado diretamente os trabalhadores da saúde. Muitos estão afastados por contraírem o vírus e por enfermidades como estresse e depressão. Cansados e extremamente sobrecarregados, eles estão faltando serviço, assumindo pacientes extras e trabalhando cotidianamente com a eminência de contrair o Coronavírus. Estão adoecendo e enfrentando o paradoxo do medo e da necessidade de cumprir seu dever.

A preocupação com a falta de oxigênio e de leitos de UTI soma-se à escassez de anestésico, necessário para a intubação de pacientes graves. Lembramos mesmo assim que nenhum equipamento se basta sem profissionais. 

O número de pacientes graves vem aumentando significativamente e, em contrapartida, em meio ao pior momento da pandemia, o governo federal cortou verba de 72% dos leitos de UTI para Covid-19, caindo de 12.003 em dezembro de 2020, para 3.372 em março de 2021, o que agrava ainda mais a situação.

O sistema está SOBRECARREGADO, inclusive porque atende pacientes de toda a região, lembrando que os hospitais regionais estão enfrentando as mesmas dificuldades. Poderemos chegar a 3 mil mortes por dia, o que é estarrecedor. 

Em nome das TRABALHADORAS E TRABALHADORES da saúde fazemos um apelo às pessoas para que não façam aglomerações. Cuidem-se e se puderem, fiquem em casa. A situação é muito mais grave do que a população pode imaginar! 

SindiSaude Passo Fundo.

Março de 2021


Gostou? Compartilhe