Cais São Cristóvão passa por adaptação para funcionar como centro intermediário Covid-19

A unidade receberá somente pacientes com necessidade de internação e que aguardam vagas nos hospitais

Por
· 1 min de leitura
O centro está recebendo equipamentos, insumos e mobiliários (Foto: Michel Sanderi/Divulgação PMPF)O centro está recebendo equipamentos, insumos e mobiliários (Foto: Michel Sanderi/Divulgação PMPF)
O centro está recebendo equipamentos, insumos e mobiliários (Foto: Michel Sanderi/Divulgação PMPF)
Você prefere ouvir essa matéria?

O Cais São Cristóvão está sendo adaptado para funcionar como centro intermediário de observação de pacientes com Covid-19. A partir da próxima semana, a unidade receberá pessoas que passaram por atendimento de triagem no Cais Boqueirão e Petrópolis e que, com necessidade de internação, aguardam vagas nos leitos dos hospitais de Passo Fundo ou da região.

O centro está recebendo os equipamentos, insumos e mobiliários necessários, com adequações de espaços para uso de pacientes masculinos e femininos. “Nós escolhemos as salas que receberiam os leitos e a quantidade de leitos que cada uma teria. Nessa quinta-feira, recebemos parte dos equipamentos, que foram cedidos pelo Hospital São Vicente de Paulo. Ao longo desta sexta-feira, estaremos finalizando a estruturação dos leitos”, explica a gerente do Cais, Bruna de Almeida.

A mudança na unidade leva em consideração a alta no número de casos ativos e de internações hospitalares em Passo Fundo. “O Município busca ampliar a estrutura existente para atender à demanda, sempre mantendo a humanização dos serviços oferecidos à população”, diz o prefeito, Pedro Almeida.

Os leitos terão formato de enfermaria e observação. “Esses pacientes poderão aguardar uma vaga no hospital em melhores condições, contando com o suporte do Cais São Cristóvão, que terá 10 leitos e passará a funcionar durante 24 horas. Eles receberão atendimento médico, oxigênio caso necessário e serviços que não estão contemplados nas demais unidades de referência de Covid-19”, explica secretária de Saúde, Cristine Pilati, .

Atendimentos de triagem nos Cais Petrópolis e Boqueirão

Em decorrência da mudança, o Cais São Cristóvão não receberá mais pacientes para atendimento ambulatorial de triagem Covid-19 já nesta sexta-feira (11). Pessoas com sintomas de Covid-19 continuarão sendo atendidas nos Cais Petrópolis e Boqueirão, que terão reforços em equipes para assegurar a absorção da demanda. “Neste momento, o Município está com edital aberto para a contratação de médicos para atuarem no enfrentamento da pandemia”, afirma a secretária de saúde.

O processo estará com as inscrições abertas até o dia 23 de junho. O número de novos profissionais especialistas contratados atingirá 7.000 horas mensais, enquanto o de não especialistas será de 3.800 horas no mês.

Gostou? Compartilhe