Volume de chuva supera média do mês

Média anual, no entanto, não será alcançada fechando com déficit de aproximadamente 20% em relação ao esperado

Por
· 2 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

Há um ano a região e o Estado começavam a sentir os primeiros sintomas da estiagem. Em dezembro de 2011 o acumulado de chuva foi de apenas 91 milímetros quando a média esperada era superior a 170mm. O déficit de chuva perdurou por praticamente todo o primeiro semestre de 2012 e causou grandes prejuízos à safra. Neste ano, o verão começou de forma diferente. O mês de dezembro já está com precipitações acima da média. Até às 10h da manhã de sexta-feira o acumulado de chuvas chegava a 175,3mm superando o esperado. Mesmo assim, o ano fechará com um volume de chuva cerca de 20% abaixo do esperado.

De acordo com o observador meteorológico da Embrapa Trigo/Inmet Ivegndonei Sampaio a frente fria que chegou à região na tarde de quarta-feira (26) foi a responsável pela chuva dos últimos dias. Desde a tarde de quarta, até a manhã de sexta-feira o volume de chuva foi de 50,2mm. A soma do mês é 1% superior à média histórica que é de 173,2mm. “O acumulado em 2012 é de 1.421mm, 79% da média anual que é de 1.803mm”, acrescenta.
Quando a frente fria chegou ela fez as temperaturas despencarem 12ºC durante a tarde. Na quinta-feira a máxima não passou dos 19ºC e na sexta a mínima registrada foi de 14,5ºC. Ela atuou na região até a sexta-feira quando começou a perder a força. Neste sábado ela já deve se afastar no decorrer do período e deixar que o sol novamente predomine.

Feriadão
A partir deste sábado as temperaturas entraram novamente em elevação e o tempo deve permanecer estável, sem possibilidade de chuva. No sábado, a mínima deve ficar em 16ºC e a máxima pode chegar aos 26ºC. O domingo terá céu claro a parcialmente nublado. As temperaturas variam entre 18ºC e 30ºC. A segunda-feira começa com céu parcialmente nublado a nublado com mínima de 18ºC e máxima de 30ºC, sem indicativos de chuva. O primeiro dia de 2013 deverá iniciar com céu parcialmente nublado a nublado com possibilidade de pancadas de chuva entre o final da tarde e o início da noite.

Soja
A principal preocupação dos agricultores nesta safra estava relacionada com a possibilidade da falta de chuva. Até o momento 97% das lavouras de soja do Estado estão em fase de desenvolvimento vegetativo, apresentando bom stand. No entanto, as temperaturas elevadas e a umidade excessiva têm propiciado condições para o surgimento de pragas nas lavouras de soja, como lagartas, percevejos e raspadores, mantidas sob controle pelos produtores de acordo com informações divulgadas pela Emater Estadual.

Assim como a soja, as lavouras de milho - que na maioria estão em fase de floração e enchimento de grãos - também apresentam aspecto fitossanitário e potencial produtivo satisfatórios. A produtividade média, em algumas regiões, registrou pequena elevação em relação à semana anterior.

Confira na tabela os meses do ano que tiveram chuva abaixo do esperado:

MêsVolume RegistradoEsperado
Janeiro 105mm149,7mm
Fevereiro 86 mm165mm
Março114,5mm 134,9mm
Abril58,2mm99,7mm
Maio28,5mm114,3mm
Junho186,6mm133,6mm
Julho209mm161,8mm
Agosto28mm187,8mm
Setembro142mm197,7mm
Outubro253,2mm 152,9mm
Novembro34mm 131,7mm
Gostou? Compartilhe