Arcebispo anuncia primeiras mudanças

Em Passo Fundo há um mês, Dom Rodolfo Weber solicitou a nomeação e transferência de 17 padres da Arquidiocese

Por
· 2 min de leitura
As transferências foram divulgadas através de uma carta que agradece o trabalho e compreensão dos padres e pede a acolhida das comunidades aos novos párocosAs transferências foram divulgadas através de uma carta que agradece o trabalho e compreensão dos padres e pede a acolhida das comunidades aos novos párocos
As transferências foram divulgadas através de uma carta que agradece o trabalho e compreensão dos padres e pede a acolhida das comunidades aos novos párocos
Você prefere ouvir essa matéria?

Um mês depois de chegar à Arquidiocese de Passo Fundo, transferido da Prelazia de Cristalândia, no Tocantins, o Arcebispo Dom Rodolfo Weber anunciou, na tarde de ontem, 24, a nomeação e transferência de 17 padres. A decisão, divulgada através de uma carta que agradece o trabalho e a compreensão dos padres e solicita a acolhida das novas comunidades, aconteceu em conjunto com o Colégio de Consultores e nasceu a partir das sugestões e indicações de Dom Paulo de Conto, que atuou como administrador apostólico na Arquidiocese. A solicitação do Arcebispo é de que as mudanças sejam efetivadas até março.


Prática normal dentro da Igreja, as transferências não foram encaradas com surpresa pelos sacerdotes. Padre Fábio de Moraes, Vigário Geral e que, agora, acumula, também, a função de Ecônomo da Arquidiocese, ressalta que a mudança de paróquia ou comunidade faz parte da rotina do padre e já é esperada. “É comum acontecer transferências e nomeações dos padres. O Arcebispo, tendo presente as necessidades da Arquidiocese, procede com as devidas nomeações. Geralmente, essas mudanças ocorrem de seis em seis anos, mas, diante das necessidades que são apresentadas, o Arcebispo tem a liberdade de, junto com o Colégio de Consultores, receber indicações e fazer consultas de onde cada padre poderia colaborar de melhor forma”, explica. Padre Fábio comenta, ainda, que cada padre transferido foi consultado da possibilidade de mudança e todos eles aceitaram a proposta da Arquidiocese. “Somente quando todos disseram seu sim e acolheram a missão, as transferências foram divulgadas para as comunidades. As mudanças, para os padres, são necessárias de tempo em tempo para renovar a missão e o entusiasmo do trabalho. Faz parte da missão do padre. Somos missionários e estamos a serviço da Igreja em qualquer lugar ou realidade”, conclui.
A última grande nomeação de padres aconteceu na gestão de Dom Antônio Carlos Altieri, em janeiro de 2014, e envolveu a transferência de 29 sacerdotes.

Padres nomeados e transferidos

Pe. Fábio de Moraes - Vigário Geral e Ecônomo
Pe. Daniel Feltes – Seminário Nossa Senhora Aparecida e Santuário
Pe. Eberson Fontana - Serviço de Animação Vocacional
Pe. Pedro Acco – Pároco da Paróquia Nossa Senhora dos Navegantes – Barra Funda
Pe. Osório Serrão – Pároco da Paróquia Nossa Senhora do Rosário – Charrua
Pe. Ivo Barth – Pároco da Paróquia São João Batista – Colorado
Pe. Mateus Danieli – Pároco da Paróquia Nosso Senhor Bom Jesus – Carazinho
Pe. Leandro de Mello – Pároco da Paróquia Nossa Senhora da Glória – Carazinho
Frei Jatir Scortegagna – Pároco da Paróquia Santa Terezinha – Nicolau Vergueiro
Pe. Ari Antônio dos Reis – Pároco da Catedral Nossa Senhora Aparecida – Passo Fundo
Pe. Ludgero Mafra – Pároco da Paróquia São Valentim – Valentim do Sul
Pe. Claudir Pressi – Administrador Paroquial da Paróquia Nossa Senhora da Conceição – Passo Fundo
Pe. Jorge Heiss Hahn – Vigário Paroquial da Paróquia Nossa Senhora da Saúde – Tapejara
Pe. Fernando Pereira da Silva – Vigário Paroquial da Paróquia Nossa Senhora de Fátima – Carazinho
Pe. Renato Estevão Biasi – Vigário Paroquial da Paróquia São Vicente de Paulo – Passo Fundo
Pe. Artêmio Foschiera – Vigário Paroquial da Paróquia Nossa Senhora da Glória - Carazinho
Pe. Irineo Simon – Vigário Paroquial da Catedral Nossa Senhora Aparecida – Passo Fundo

Gostou? Compartilhe