OPINIÃO

Fatos - 30/12/2016

Por
· 1 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

Que venha 2017!
Vamos falar de esperança. Carrego pela vida uma lição ensinada pelos mais velhos: antes de reclamar, olhe para quem tem menos do que você. O que não significa que devamos nos acomodar com o que temos ou com o que ganhamos. Alguém já disse que os problemas paralisam o ser humano, mas eles podem, também, e na mesma intensidade, fazer com que reajamos de tal forma a sair da situação que nos causa dor e desconforto. O ano não foi fácil para ninguém. Perdemos pessoas queridas, assistimos a tragédias sem explicações, a economia não colaborou em nada com a sociedade, o Estado amarga sua pior crise, os servidores estaduais passam por momentos difíceis, o país não engrenou com o impeachment de Dilma Rousseff, os políticos continuam não ajudando em nada e quando pensamos que já vimos tudo, vem outra bomba. Então, vamos fazer o exercício de olhar para o lado. Olhar para os povos em guerra, para os milhares que atravessam mares numa busca suicida por terra segura. Olhar para a fome de países africanos, para quem perdeu tudo com a fúria da natureza. Mas, que este olhar não seja o do conformismo e nem piedade, seja de solidariedade e esperança. Sim, esperança. Precisamos acreditar no amanhã. Precisamos parar para recomeçar. Respire, olhe ao seu lado, agradeça e siga em frente. Precisamos muito seguir em frente, mesmo que a dor tente nos paralisar. Acredite: a esperança é o que nos move.


Posse I
Ao contrário do que faz habitualmente, o prefeito Luciano Azevedo, não falará de improviso na solenidade de posse. Ele faz ajustes finais no discurso que lerá no domingo. Luciano quer marcar que o período que começa não é de continuidade, mas o início de um novo governo. 

Posse II
Após a posse do prefeito e do vice, serão empossados os secretários municipais. Pedro Almeida, secretário de Cultura, irá discursar em nome dos demais colegas. A escolha foi feita porque, para o prefeito, Pedro reúne as características de bons políticos da nova geração.

Convocação
Luciano irá convocar a Câmara de Vereadores já na primeira semana de janeiro. Os projetos estão sendo finalizados pela PGM e podem conter extinção de cargos. Trata-se da minirreforma já antecipada pela coluna.

Comissões
Na segunda-feira, 2 de janeiro, os novos vereadores devem se reunir para formar as comissões representativa e permanentes, além de fazer os despachos protocolares. Neste encontro será tratado ainda sobre a convocação extraordinária que vai analisar,entre outros projetos, os mais de 70 vetos do prefeito às emendas ao orçamento de 2017. A Câmara tem prazo até 5 de janeiro para votar.

 

Gostou? Compartilhe