OPINIÃO

Teclando

Por
· 2 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

Infinita leitura

O céu seria mesmo o limite? Entendo exatamente ao contrário, pois é para onde decolam os nossos sonhos. O céu é, de fato, um ponto de partida para a nossa imaginação. Um horizonte sem fim e o infinito azul que nos permitem fantasiar. No céu voamos para viajar e imaginamos para voar. Quando estamos tristes ficamos cabisbaixos, enquanto alegres estamos com cabeças erguidas. E olhar para cima, pensar alto é olhar para o céu. O céu azul inspira poetas, pintores, fotógrafos e músicos. As nuvens não tiram o seu encanto, pois são pinceladas de algodão no azul sem fim. Mesmo nublado, é prenúncio de vida que vem em gotas d’água. O significado maior dessa imensidão é alforria, pois no céu encontramos a liberdade, interpretada pela soberania no voo dos pássaros. E as aves também escrevem neste infinito azul. Há poucos dias vi um casal de andorinhas brincando de primavera. Ora, terminou o inverno. Estava escrito no céu.

Tração e arrasto

Novos capítulos e o mesmo enredo. Assim segue a novela relacionada ao Aeroporto de Passo Fundo. Na semana passada houve mais uma reunião que, desta vez, foi para unir forças. Enfim, um bom caminho. E também um tema sugestivo, que permite uma melhor compreensão de como ocorrem pousos e decolagens. São as forças que atuam sobre o avião: tração, arrasto, sustentação e gravidade. Ora, então que a tração supere o arrasto e haja sustentação para neutralizar a gravidade. É uma pena que nenhum piloto participe dessas reuniões. Com piloto é bem mais fácil decolar.

Expectativa

Após decreto, que reconhece os supermercados como prestadores de uma atividade essencial, como serão as negociações em Passo Fundo? Aqui ainda vigora um acordo, que determina o fechamento dos estabelecimentos um domingo por mês. Isso, claro, até pode facilitar o cumprimento da folga dominical pelos mercados de porte médio ou pequeno. Porém, acaba não permitindo que os grandes abram suas portas. Ao exemplo de hospitais, hotéis e outros segmentos, supermercados de porte podem ampliar suas equipes para cumprir uma escala com distribuição das folgas dominicais. E quem não consegue, fecha um domingo por mês. Quem pode abre. Que não pode, não abre. Simples.

O Passo

Sábado, estive no Passo. Sim, no passo fundo do Rio Passo Fundo que corta a Avenida Brasil em Passo Fundo. É um local histórico que fica próximo ao Paço. Da ponte observei a água do Rio Passo Fundo, que corre em direção ao Rio Uruguai. Melhorou muito em comparação há alguns anos. Está mais limpa, com um odor suportável e com pouco lixo no leito. E pode ficar ainda melhor. Só não entendi o que despejava uma tubulação junto à cabeceira oeste da ponte. Era líquido, esbranquiçado e produzia espuma. Seria sabonete ou um novo xampu para peixes?

Trilha sonora

 “Como Nossos Pais”, de Laís Bodanzky, foi o filme vencedor do 45º Festival de Cinema de Gramado. Sábado, na cerimônia de premiação, discursos pela Lei do Audiovisual, Amazônia e diversidade. Aqui está a homenageada da noite, a atriz e cantora argentina Soledad Villamil: La Canción y El Poema

Ouça pelo link: https://goo.gl/irWfzv

 

Gostou? Compartilhe