Vereadores declaram apoio aos trabalhadores do transporte público

Por
· 1 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

Na tribuna, durante a Sessão Ordinária desta segunda-feira (18), vereadores manifestaram apoio aos trabalhadores da Coleurb e Transpasso. Os funcionários das empresas que operam no transporte público da cidade paralisaram as suas atividades durante a tarde e lotaram o Plenário Sete de Agosto para protestar pela garantia da manutenção de seus empregos diante da nova licitação.
Os parlamentares comentaram sobre a licitação, que teve como vencedora a Stadtbus, de Santa Cruz do Sul e que atualmente está suspensa, alegando que, independente da empresa que assumir o serviço, os trabalhadores devem ter a continuidade de seus contratos trabalhistas. “São mais de 500 trabalhadores apreensivos com o resultado, aguardando a definição do Poder Público e do Judiciário. Não vamos aceitar que esses trabalhadores sejam afetados”, disse Marcio Patussi (PDT).
O presidente do Sindiurb, Miguel Valdir dos Santos Silva, junto com uma comitiva de trabalhadores, foi recebido pelo presidente do Legislativo, Patric Cavalcanti (DEM), e pelos vereadores Alex Necker (PCdoB), Ronaldo Rosa (SD) e Saul Spinelli (PSB), esclarecendo a preocupação da categoria e reivindicando auxílio do Legislativo para que os empregos sejam assegurados. “Hoje, nós não temos garantia e os trabalhadores decidiram vir buscar o apoio público da Câmara”, apontou.
Patric garantiu a mediação da Câmara junto ao Executivo, enfatizando que uma Indicação, com a assinatura dos 21 vereadores, será encaminhada ao prefeito municipal, Luciano Azevedo, pedindo pela manutenção dos empregos. O vereador alegou, ainda, que essa questão, desde a discussão do Marco Regulatório do Transporte, recebeu atenção do Parlamento. “A garantia dos empregos estava presente no artigo 58 da Lei Complementar referente ao Marco Regulatório, que foi revogado. A Câmara apoia a luta destes trabalhadores e mantém o compromisso de intermediá-la”, esclareceu.
Durante a reunião, Ronaldo Rosa declarou já ter entrado em contato com a Stadtbus para estabelecer um diálogo acerca da situação que acomete os trabalhadores. O vereador apontou para o interesse da empresa em, caso assuma o trabalho, manter os empregos. “A assessoria jurídica da Stadtbus, informou, com tranquilidade, que a empresa, quando participou e venceu a licitação em outras cidades, praticamente utilizou toda a mão de obra dos trabalhadores que já prestavam o serviço. Em Passo Fundo, garantiu que não seria diferente, pois os trabalhadores conhecem o trânsito e a realidade da cidade e, por isso, não teria motivo para trocar os servidores”, articulou. Além do diálogo com o Executivo, os vereadores firmaram o compromisso de organizar uma comitiva para ir até a empresa em Santa Cruz do Sul. Na oportunidade, o pedido dos trabalhadores deverá ser reforçado.

Gostou? Compartilhe