Bsbios anuncia investimento de R$ 72 milhões

Investimento aumentará a capacidade de processamento de soja e de gordura animal para a produção de biodiesel

Por
· 2 min de leitura
Anúncio foi feito na Prefeitura e contou com a presença de diversas autoridades do executivo, legislativo e entidades representativas do municípioAnúncio foi feito na Prefeitura e contou com a presença de diversas autoridades do executivo, legislativo e entidades representativas do município
Anúncio foi feito na Prefeitura e contou com a presença de diversas autoridades do executivo, legislativo e entidades representativas do município
Você prefere ouvir essa matéria?

A BSBIOS anunciou na manhã de ontem um investimento de R$ 72 milhões para ampliação da capacidade de processamento de soja e de gordura animal e, consequentemente, na capacidade de produção de biodiesel. Este será o quinto aumento na capacidade de produção do biocombustível, e o terceiro no volume de processamento de grãos em Passo Fundo.


Durante o anúncio, o presidente da BSBIOS Erasmo Carlos Battistella destacou que do total a ser investido, R$ 47 milhões serão utilizados nas ampliações e R$ 25 milhões em capital de giro. O aumento visa acompanhar o mercado crescente de biodiesel tendo em vista o aumento de 10% para 15% na mistura.


A empresa aumentará a capacidade de produção de 288 milhões de litros de biodiesel por ano para 420 milhões de litros/ano. Esse aumento representa 43%. A planta de processamento de grãos também receberá um incremento dos atuais 1080 mil toneladas de esmagamento de soja por ano para 1280 mil toneladas de soja por ano. Outro objetivo da BSBIOS com ampliação é permanecer entre as três principais produtoras de biodiesel do Brasil.


Aumento das demandas de serviço
O investimento refletirá na geração de 20 novos postos de trabalho diretos na empresa, em função da tecnologia empregada no processo. Porém, indiretamente, é esperado um aumento significativo na demanda de serviços. No tráfego de caminhões, por exemplo, é esperado um aumento de 30% no fluxo. A fim de atender essa demanda, o município também deve realizar obras de melhoria nos acessos à empresa.


Novidade
Uma novidade do anúncio é a construção da planta de Desodorização de Gordura. Isso permitirá o processamento de matéria-prima proveniente de gordura animal e possibilitará a expansão de 20% para 40% no uso desse insumo. Essa matéria-prima, que muitas vezes era descartada, passou a ser um material de valor agregado com a produção de biodiesel.


Neste momento a companhia está fazendo o licenciamento ambiental. A previsão é de que as obras no Processamento de Grãos ocorram em fevereiro de 2019 e, para as fábricas de Biodiesel e de Desodorização de Gordura entre abril e agosto de 2019. Para esse período serão gerados 200 empregos extras.

 

Na contramão da crise
O prefeito Luciano Azevedo destacou que o anúncio reforça a posição privilegiada de Passo Fundo frente ao cenário de crise nacional. “Passo fundo tem os seus desafios, mas deve comemorar o fato de que estamos recebendo investimentos aqui que nenhuma outra cidade do interior do Brasil está recebendo. Se olharmos o ano de 2018, que está acabando, tivemos a inauguração do Passo Fundo Shopping, a ampliação da Italac, tivemos a inauguração da JR, vamos ter a Havan que escolheu Passo Fundo”, enfatizou lembrando a importância da BSBIOS para a cidade. “É um grande presente de Natal para a população de Passo Fundo”, completou.


Conforme o relatório de sustentabilidade da empresa, atualmente ela gera 265 empregos diretos e mais de 15,6 mil empregos diretos. Os dados foram levantados pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (FIPE) para o relatório. Além disso, desde a criação em 2005, a empresa representou um incremento de R$ 17,8 bilhões ao PIB do município.


Marialva
A indústria de Marialva também será contemplada com ampliação no Biodiesel, essa será a terceira vez que a fábrica será expandida. No estado paranaense a capacidade igualmente passará de 288 milhões para 420 milhões de litros de biodiesel/ano, um crescimento de 43%. A previsão é de que as obras ocorram nos meses de janeiro e fevereiro de 2019, num investimento de R$ 13,7 milhões.

 

Aumento de Capacidade Biodiesel – Passo Fundo (litros/ano) 

2007 124.200.000 2009 159.840.000 2015 216.000.000 2017 288.000.000 2019 420.000.000

Gostou? Compartilhe