Encontro regional do PIM/Criança Feliz é realizado em Passo Fundo

O objetivo é discutir questões vivenciadas durante o trabalho em campo

Por
· 2 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

Com participação no Primeira Infância Melhor (PIM) e no Programa Criança Feliz, o município sediou nessa segunda-feira (11) um encontro regional que ocorreu no auditório da Vigilância em Saúde. O objetivo é discutir questões vivenciadas durante o trabalho em campo, trocar experiências e traçar o planejamento de ações. 



Para a secretária de Saúde, Carla Crivellaro Gonçalves, os encontros funcionam com temáticas de interesse de todos, com foco nos desafios do dia a dia. “Neste encontro temos um foco especial de abordagem de crianças autistas. As três políticas municipais – saúde, assistência social e educação – atuam com um trabalho em grupo para realizar as atividades previstas no PIM/Criança Feliz”, destaca. A palestra do encontro foi com a terapeuta ocupacional da Apae Passo Fundo, Camila Pazzini. 



Em Passo Fundo, três territórios são atendidos: Donária/Santa Marta, Bom Jesus/Planaltina e a região da grande Integração. A coordenadora pela área da saúde, Andrieli Beck, explica como surgiu a iniciativa. “Iniciamos apenas com PIM, que é uma política pública. Em 2017 que foi instituído o Criança Feliz, que trabalha na mesma linha, mas tem a questão de que as famílias são beneficiárias do Bolsa Família”. 

A equipe se divides basicamente entre o grupo técnico, coordenadores, monitores e visitadores. “Semanalmente, temos estagiários de áreas afins que fazem as visitas a campo. Antes disso, realizamos uma reunião na segunda-feira para organizar e planejar as ações, sempre com base nos resultados e percepções que os visitadores nos relatam. O objetivo principal é o desenvolvimento integral da criança eu fortalecimento do vínculo entre o cuidador e a criança atendida. Todas as informações são colocadas em um banco de dados para acompanharmos a evolução do trabalho”, ressalta Andrieli. 



Participaram do encontro as cidades de Alto Alegre, Carazinho, Campos Borges, Soledade, Ibirubá e Tapera. 



PIM
Política pública pioneira no Brasil, o Primeira Infância Melhor (PIM) é uma ação transversal de promoção do desenvolvimento integral na primeira infância. Desenvolve-se através de visitas domiciliares e comunitárias realizadas semanalmente a famílias em situação de risco e vulnerabilidade social, visando o fortalecimento de suas competências para educar e cuidar de suas crianças.
Objetivos: orientar as famílias, a partir de sua cultura e experiências, para que promovam o desenvolvimento integral de suas crianças desde a gestação até os seis anos de idade.

Criança Feliz
O Programa Criança Feliz surge como uma importante ferramenta para que famílias com crianças entre zero e seis anos ofereçam a seus pequenos meios para promover seu desenvolvimento integral. É uma estratégia alinhada ao Marco legal da Primeira Infância que traz as diretrizes para a formulação e a implementação de políticas públicas para a primeira infância em atenção à especificidade e à relevância dos primeiros anos de vida no desenvolvimento infantil e no desenvolvimento do ser humano.


Objetivos: promover o desenvolvimento humano a partir do apoio e do acompanhamento do desenvolvimento infantil integral na primeira infância; apoiar a gestante e a família na preparação para o nascimento e nos cuidados perinatais; colaborar no exercício da parentalidade, fortalecendo os vínculos e o papel das famílias para o desempenho da função de cuidado, proteção e educação de crianças na faixa etária de até seis anos de idade; mediar o acesso da gestante, das crianças na primeira infância e das suas famílias às políticas e serviços públicos de que necessitem; integrar, ampliar e fortalecer ações de políticas públicas voltadas para as gestantes, crianças na primeira infância e suas famílias.

Gostou? Compartilhe