Unidade do bairro Petrópolis terá novo prédio

Autorização para contratação da empresa responsável pela construção da obra foi assinada ontem (18)

Por
· 2 min de leitura
Orçamento da nova obra é de R$ 2,1 milhões Crédito: Orçamento da nova obra é de R$ 2,1 milhões Crédito:
Orçamento da nova obra é de R$ 2,1 milhões Crédito:
Você prefere ouvir essa matéria?

O Corpo de Bombeiros de Passo Fundo terá um novo prédio na unidade do Bairro Petrópolis. A autorização para contratação de empresa responsável foi assinado na manhã de ontem (18), pelo prefeito Luciano Azevedo. O edital de licitação deve ser lançado em breve. A previsão orçamentária da obra é de R$ 2,1 milhões. 

O espaço será estruturado ao lado da edificação existente na Avenida Brasil, onde funciona a 1ª Companhia de Bombeiro Militar (CiaBM) – Estação Alebrante. A nova estrutura será uma central de análise dos projetos dos planos de prevenção e combate a incêndio de toda região do Planalto.
A obra será realizada com recursos do Fundo de Reaparelhamento do Corpo de Bombeiros (FUNREBON), que entre outras despesas, pode ser utilizados para construção, ampliação e manutenção das instalações prediais e centros de treinamento do órgão de Bombeiro Militar.
“Essa obra significará mais segurança, com uma estrutura nova e adequada. Serão beneficiados os moradores da região próxima, na Petrópolis, no Parque Farroupilha, no São José e no Leonardo Ilha, mas também toda a comunidade, com uma resposta mais rápida e ágil em casos de incêndio ou outro atendimento de responsabilidade dos bombeiros”, destacou Luciano.
A construção da nova sede dos bombeiros será estratégica para a segurança dos moradores do município, propiciará um atendimento com tempo de resposta menor em emergências que ocorram na parte leste da cidade, sendo dotada a estrutura com caminhão, viaturas para resgate (ambulância) e aumento da guarnição para 25 soldados.
Passo Fundo é a maior cidade da região norte, sendo uma das 12 cidades escolhidas para a centralização do recebimento de planos de prevenção, que será realizada com maior espaço e atendente na sede do 7º BBM, situado na Rua Independência, no centro.

Estrutura do prédio
A nova edificação, que será anexa a que já existe, vai abrigar três pavimentos. De acordo com o tenente-coronel do 7º Batalhão de Bombeiros Militar, Alexandre Pires Bittencourt, no primeiro andar, o espaço será maior para o atendimento de urgências e emergências. “Teremos à disposição atendimento pré-hospitalar e tratamento de desinfecção das viaturas de resgate, além da emergência no atendimento nessa parte da região, já que no deslocamento da nossa unidade no centro encontramos dificuldades em certos horários devido ao fluxo do trânsito”, ressaltou, ainda destacando como projeto inovador do Rio Grande do Sul.
A estrutura de análise dos projetos de prevenção e combate a incêndio estará concentrada nos demais andares. A estação de tratamento evita, por exemplo, que a água com resíduo de sangue, de alguma viatura de resgate, vá para a rede de esgoto. O prédio também terá adequação para Pessoas Com Deficiência (PCD). Bittencourt destaca que com os militares no prédio trabalhando com os projetos, o efetivo estará à disposição para atendimento.
Depois de assinado o contrato licitatório com a empresa vencedora, o prazo para execução das obras é de 12 meses. O tenente-coronel acredita que as obras possam ser finalizadas antes deste período porque as estruturas serão em pré-moldado.

Funcionamento

A unidade do bairro Petrópolis funciona, atualmente, em alguns dias da semana. Isso porque parte da equipe atende também o Aeroporto Lauro Kortz. Essa situação se estende desde 2014, quando o batalhão enfrentou uma dificuldade com a queda no efetivo. Porém, conforme Bittencourt, com a centralização da análise dos projetos, o Corpo de Bombeiros de Passo Fundo recebeu 12 novos militares para compor o efetivo.

Aniversário

No dia 26 de dezembro, o 7º Batalhão do Corpo de Bombeiros completa 70 anos de instalação em Passo Fundo. Na data, haverá uma solenidade comemorativa, com autoridades. O evento começa às 17h. Bittencourt destaca que o batalhão é precursor de pelo menos 10 unidades que realizam atendimento na regional de Passo Fundo, que abrange 132 municípios.

 

Gostou? Compartilhe