Mapa definitivo confirma bandeira laranja na região pela sexta semana consecutiva

A Secretaria de Comunicação Social de Passo Fundo afirmou que não há previsão para adoção de protocolos da bandeira amarela

Por
· 2 min de leitura
Apenas uma região do estado está em bandeira vermelha (Imagem: Divulgação)Apenas uma região do estado está em bandeira vermelha (Imagem: Divulgação)
Apenas uma região do estado está em bandeira vermelha (Imagem: Divulgação)
Você prefere ouvir essa matéria?

O mapa definitivo da 25ª semana do Distanciamento Controlado apenas confirmou a classificação da região de Passo Fundo em bandeira laranja. O mapa foi divulgado nesta segunda-feira (26). Esta é a sexta semana consecutiva em que a região é classificada em risco médio. A vigência da bandeira se encerra às 23h59 de segunda-feira (2/11).

Passo Fundo segue adotando os protocolos definidos pelo estado para a bandeira laranja. As regiões classificadas em laranja podem adotar protocolos de bandeira amarela, basta que enviem protocolos próprios adaptados à Secretaria de Articulação e Apoio aos Municípios (Saam). A Secretaria de Comunicação Social de Passo Fundo afirmou que não há previsão para adoção de protocolos da bandeira amarela.

Indicadores

Os indicadores são calculados com base nos dados da semana entre 16 de outubro até quinta-feira (22/10). A região está em bandeira preta no indicador que mede o número de hospitalizações confirmadas para COVID-19 registradas nos sete dias por cem mil habitantes. Passo Fundo ficou em bandeira laranja em dois indicadores específicos da região: projeção de óbitos para o período de uma semana para cada cem mil habitantes e na razão de hospitalizações confirmadas para COVID-19 registradas nos sete dias pelas hospitalizações confirmadas para COVID-19 registradas nos sete dias anteriores.

Um dos indicadores da região ficou em bandeira amarela, a razão de ativos na última semana por recuperados nos 50 dias anteriores ao início da semana.

Estado

Das três regiões classificadas preliminarmente com risco epidemiológico alto, apenas Cruz Alta ficou com bandeira vermelha na 25ª semana do modelo de Distanciamento Controlado. A região apresentou piora em alguns indicadores na semana passada, entre eles a elevação no número de hospitalizações para Covid-19 e de pacientes em leitos de UTI. A região não encaminhou recurso ao governo do Estado.

A divulgação foi feita após avaliação pelo Gabinete de Crise na tarde desta segunda-feira (26/10), que aceitou os pedidos de reconsideração apresentados pelas regiões de Ijuí e Santo ngelo, que permanecem, portanto, em bandeira laranja, junto com as outras 18 regiões previamente classificadas com risco médio.

A vigência das bandeiras da 25ª rodada começa à 0h desta terça-feira (27/10) e se encerra às 23h59 de segunda-feira (2/11).

Embora reconheçam o agravamento em alguns indicadores, os recursos das duas associações regionais coincidem no argumento de que as regiões de Santo ngelo e de Ijuí apresentavam, na última quinta-feira, uma ocupação de leitos de UTI abaixo da média estadual, estando a macrorregião missioneira numa situação que as entidades apontam como confortável.

Dessa forma, o mapa do RS volta a ter bandeira vermelha depois de duas semanas consecutivas e nenhuma amarela – que havia também há duas rodadas atrás. 

Mesmo Cruz Alta ficando com bandeira vermelha, a região está entre as 18 regiões que aderiram ao sistema de cogestão do Distanciamento Controlado. Com isso, pode adotar regras do nível laranja. As outras 17 regiões classificadas em laranja que estão em cogestão podem adotar protocolos de bandeira amarela.

RESUMO DA 25ª SEMANA

Em Bandeira Vermelha: 1 região 

  • Cruz Alta (em cogestão)


Em Bandeira Laranja: 20 regiões

  • Palmeira das Missões (em cogestão)
  • Cachoeira do Sul (em cogestão)
  • Bagé
  • Santa Maria (em cogestão)
  • Uruguaiana
  • Capão da Canoa (em cogestão)
  • Taquara (em cogestão)
  • Novo Hamburgo (em cogestão)
  • Canoas (em cogestão)
  • Guaíba
  • Porto Alegre (em cogestão)
  • Santo ngelo (em cogestão)
  • Ijuí (em cogestão)
  • Santa Rosa (em cogestão)
  • Erechim (em cogestão)
  • Passo Fundo (em cogestão)
  • Pelotas (em cogestão)
  • Caxias do Sul (em cogestão)
  • Santa Cruz do Sul (em cogestão)
  • Lajeado (em cogestão)
Gostou? Compartilhe