Vacinação contra o coronavírus é retomada nesta sexta-feira (26)

Esgotamento das doses interrompeu o calendário de imunização, em Passo Fundo, na semana passada

Por
· 1 min de leitura
Foto: Diogo Zanatta/PMPFFoto: Diogo Zanatta/PMPF
Foto: Diogo Zanatta/PMPF
Você prefere ouvir essa matéria?

Com a nova remessa de vacinas Oxford/AstraZeneca que chegou, na manhã de quinta-feira (25), a Passo Fundo, o cronograma de imunização contra o coronavírus para a população idosa com idades acima de 81 anos foi retomado nesta sexta-feira (26). Do novo lote que chegou ao estado contendo 135 mil ampolas do imunizante, 2.080 foram reservadas ao município para ampliar a cobertura vacinal nesse grupo prioritário. 

Desde a última quarta-feira (17), o esgotamento das doses forçou uma interrupção no calendário de aplicação da vacina realizado no CTG Lalau Miranda em modalidade drive-thru e nas salas de vacinação montadas para atender os pacientes na parte interna do centro de tradições gaúchas. Além do lote para dar prosseguimento ao esquema de imunização contra a doença, a Secretaria Estadual de Saúde (SES) enviou mais 1.260 doses da Coronavac para assegurar a aplicação das segundas doses nos passo-fundenses que já receberam a primeira injeção do imunizante produzido pelo Instituto Butantan. “Pedimos a todos que tenham calma neste momento, levem seus idosos e nos ajudem a organizar da melhor maneira possível a imunização da nossa população”, solicitou o prefeito de Passo Fundo, Pedro Almeida (PSB).  

Acelerar a vacinação 

Um dia antes da chegada da nova remessa, o chefe do Executivo passo-fundense solicitou ao Governo do Estado o recebimento de novos lotes de doses das vacinas contra a Covid-19, a partir da aprovação e sanção de um projeto de lei que autoriza o Estado a comprar os imunizantes para garantir as execuções dos planos estadual e municipais de imunização. “Queremos e precisamos dar sequência à campanha de imunização como uma das ferramentas concretas para retomarmos o desenvolvimento local”, declarou Almeida.  

O prefeito reforçou, ainda, a necessidade e a urgência do Município avançar na cobertura vacinal da população nos grupos prioritários, tendo em vista o papel de referência regional em saúde que Passo Fundo desempenha. “Os hospitais recebem pacientes oriundos de diversas regiões do Estado e as especialidades médicas ofertadas na cidade acabam servindo de referência para um grande número de pacientes de municípios vizinhos”, lembrou.  

Novo lote de vacinas chegou ao Estado na quarta-feira (24). Foto: Felipe Dalla Valle / Palácio Piratini


Esquema vacinal 

O esquema vacinal completo com duas doses é necessário para obter a resposta imune esperada para a prevenção da Covid-19. A segunda dose da Oxford/AstraZeneca deve ser aplicada com 12 semanas de intervalo. 

Para a CoronaVac, o prazo é duas a quatro semanas, sendo que a recomendação no Estado é que seja em 28 dias. 


 

 

 

 


Gostou? Compartilhe