Morre o empresário Adão Cirinei

Adão era proprietário da Palazzo e Gran Palazzo

Por
· 1 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

O empresário Adão Cirinei da Cunha, proprietário da Gran Palazzo, morreu na noite desta terça-feira, em decorrência da Covid-19. Ele deixa a esposa e três filhos. Natural de Passo Fundo, Adão Cirinei da Cunha fundou sua primeira empresa de fotografia em 1980, após realizar diversos trabalhos fotográficos em aniversários, casamentos e batizados. Somente em 1983, a empresa Center Color Formaturas foi criada, com o objetivo de atender formandos de Passo Fundo e região. Ao longo dos anos, o empreendimento foi qualificado através da aquisição de equipamentos de ponta e estruturas que possibilitaram a realização de grandes eventos. Também, no ano de 2016, Adão Cirinei uniu sua experiência em eventos com sua grande paixão: a música nativista e criou o primeiro Canto Galponeiro: um festival extensivo a todo o brasil.

Cidadão emérito

Em 2017, durante cerimônia na Câmara de Vereadores de Passo Fundo, Adão recebeu o título de Cidadão Emérito, proposto pelo então vereador Patric Cavalcanti (DEM).

“O título que esta Casa teve a generosidade de me oferecer, muito me honra, mas acima de tudo me comove, pela forte simbologia que tem. Com este dia vem à mente uma quantidade enorme de lembranças. Algumas que até já estavam adormecidas e que vieram à tona quando começo a relembrar meu caminho até aqui”. disse na oportunidade.

Gostou? Compartilhe