Morre Heloísa Almeida

Ex-vereadora comandou o Comitê da Cidadania Contra a Fome, a Miséria e Pela Vida

Por
· 1 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

Figura marcante na história recente de Passo Fundo, Heloísa Almeida faleceu nesta segunda-feira (5) aos 94 anos. Foi vereadora entre 1977 e 1983 e se notabilizou por comandar o Comitê da Cidadania Contra a Fome, a Miséria e Pela Vida. O projeto, que ganhou repercussão nacional, recolhia alimentos nos restaurantes e supermercados para serem distribuídos aos necessitados. Na sede, instalada nos fundos da Biblioteca Municipal, também distribuía roupas o enfrentamento do inverno. Heloísa teve atuação na imprensa de Passo Fundo e foi funcionária pública federal.

Heloisa Almeida - Vereador Emérito

Vereadora na 8ª Legislatura, 31/01/1977 a 31/01/1983.

Nasceu em Passo fundo, Rio Grande do Sul, dia 17 de março de 1927. Servidora Pública Federal. Eleita pelo Movimento Democrático Brasileiro para a 8ª Legislatura foi 3ª Secretária da Câmara no biênio 1981/1983. Foi Presidente da Comissão de Legislação e Redação (CLR) e membro titular da Comissão de Obras Públicas e Nomenclatura de Ruas (COPNR). Devido à volta do pluripartidarismo em 1980, optou pelo Partido do Movimento Democrático Brasileiro.


A Vereadora iniciou uma campanha na Câmara de Vereadores pela anistia ampla e irrestrita a favor dos brasileiros perseguidos pelo regime militar implantado em 1964. Nessa leva de brasileiros incluía-se o passo-fundense João Carlos Bona Garcia que estava exilado na França. Heloísa conclamou não só à Câmara de Vereadores, mas a todas as instituições e à população em geral para se integrarem ao comitê unitário de luta pela anistia, oficializando, dessa maneira, o início da campanha em Passo Fundo.

Gostou? Compartilhe