Fundação Lucas Araújo inaugura novos espaços em Instituição de Longa Permanência

Ampliação de espaços permitirá mais qualidade de vida aos idosos atendidos pela Entidade

Por
· 1 min de leitura
A área externa recebeu obras para melhoria (Fotos: Caroline Simor/Divulgação)A área externa recebeu obras para melhoria (Fotos: Caroline Simor/Divulgação)
A área externa recebeu obras para melhoria (Fotos: Caroline Simor/Divulgação)
Você prefere ouvir essa matéria?

Obras de ampliação foram concluídas pela Fundação Beneficente Lucas Araújo na Instituição de Longa Permanência para Idosos (ILPI) São João XXIII e São José. O trabalho contempla a ampliação de quartos, sala de convivência, banheiros, espaços para funcionários e melhoria da área externa.

Quartos mais espaçosos e com equipamentos que permitem chamados internos, áreas de lazer adaptadas, banheiros amplos e com toda a estrutura necessária. Além disso, locais mais seguros para que o trabalho dos funcionários e colaboradores possa ser feito de forma qualificada e humanizada. Esses são alguns dos aspectos que já estão disponíveis aos residentes da ILPI. As obras, feitas com o aval do Ministério Público e Vigilância Sanitária, foram planejadas e organizadas de forma que a sustentabilidade financeira da Entidade fosse mantida.

A ampliação e as reformas são demandas antigas que estão sendo atendidas com prudência, de acordo com com Luiz Costella, diretor da Fundação. “As reformas são necessárias e demandam muita atenção, uma vez que os atendimentos não podem parar. Contamos com uma equipe de trabalho muito competente e, aos poucos, vamos restaurando e reformando os espaços até que toda a ILPI seja transformada e renovada”, destaca.

Para a coordenadora da ILPI, Irmã Carmela Casanova, a reforma não apenas amplia os locais, mas oportuniza aos idosos e aos funcionários um ambiente mais acolhedor e motivador. “É gratificante ver como tudo está ficando. Os ambientes novos são acolhedores e ajudam toda a equipe a desenvolver um trabalho ainda mais humano e responsável. Para nós é uma alegria ver como os idosos se sentem mais felizes”, observa.

Gostou? Compartilhe