Cursos de Arquitetura e Urbanismo e Engenharia Civil da UPF mais próximos das pessoas

Por
· 3 min de leitura
Foto: Leonardo Andreoli/UPFFoto: Leonardo Andreoli/UPF
Foto: Leonardo Andreoli/UPF
Você prefere ouvir essa matéria?


Os cursos de Arquitetura e Urbanismo e Engenharia Civil da Universidade de Passo Fundo (UPF), ao longo de suas trajetórias, já formaram juntos mais de dois mil profissionais, que atuam na região, no estado e fora do país. Esses cursos são protagonistas na formação de arquitetos e urbanistas e engenheiros civis no norte do Rio Grande do Sul, buscando atualizar constantemente o mercado da profissão, com inovação, tecnologia, pesquisa e empreendedorismo, e imprimem tais características em cada egresso que formam.


Confira o que dizem os professores Dr. Carlos Leonardo Sgari Szilagyi, coordenador do curso de Arquitetura e Urbanismo, e Me. Vinícius Scortegagna, coordenador do curso de Engenharia Civil, sobre essas profissões.


O arquiteto e urbanista têm um papel muito importante no desenvolvimento de uma comunidade. Por que a busca por uma formação de qualidade é fundamental para esse profissional?

Carlos Leonardo Sgari Szilagyi (CS): Sendo o arquiteto e urbanista um agente de transformação do ambiente construído, e por consequência, de todas as estruturas que se subsidiam nele, sejam materiais ou imateriais, manter-se atualizado é imperativo para o trabalho do profissional, ainda mais quando se trata de ensino e formação. Tecnologias como modelagem da informação (BIM), realidade virtual, internet das coisas, automação e parametrização de geometrias complexas já são realidade na profissão, e precisam estar associadas a um conhecimento teórico profundo, para que não nos convertamos em um analfabeto funcional com titulação.


Como a Arquitetura e Urbanismo trabalha o empreendedorismo na profissão?

(CS): Um arquiteto e urbanista não se limita somente a tratar com qualidade as questões técnicas e teóricas da profissão, ele precisa compreender os aspectos sociais e culturais que envolvem o espaço construído. Qual a melhor maneira de ensinar que as cidades devem ser feitas para as pessoas, do que fazer com que os alunos conversem e tenham empatia pelas pessoas que ali habitam e trabalham. Ser empreendedor exige conhecimento social e cultural. E é na prática que o curso ensina as habilidades necessárias para um profissional empreendedor.


A atuação do engenheiro civil vai muito além da construção de edifícios. Quais são as possibilidades para esse profissional?

Vinícius Scortegagna (VS): Quando se fala do profissional de Engenharia Civil, é esperada a associação que as pessoas fazem com a construção de edifícios, que já demanda o envolvimento de vários engenheiros com especialidades distintas, onde já são utilizados pesados softwares de modelagem BIM, demandando cada vez mais habilidades e competências específicas dos profissionais. Apesar dessa associação natural, o engenheiro civil atua de maneira muito robusta em obras de infraestrutura, como implantação de loteamentos, rodovias, saneamento, pontes e barragens e obras industriais com estruturas e características muito distintas.


Além dessas várias possibilidades de atuação, o empreendedorismo também é uma característica dos profissionais formados pelo curso de Engenharia Civil da UPF?

(VS): Uma característica muito forte do perfil profissional do engenheiro civil é a capacidade de empreender. Uma parcela muito grande dos profissionais que hoje estão fazendo a diferença no mercado, atua de forma autônoma, se reinventando e se atualizando a cada dia frente às demandas dos seus clientes e, utilizando o melhor da tecnologia para auxiliar no processo. Muitos desses profissionais, por conta da elevada capacidade técnica desenvolvida ainda na graduação, criam produtos e técnicas inovadoras, tornando-se protagonistas em determinados segmentos, ou referência nas suas áreas de atuação.


Uma das missões da Universidade, que tem caráter comunitário, é promover a melhoria da qualidade de vida, aliada a formação de cidadãos competentes e humanistas. Como os cursos de Arquitetura e Urbanismo e Engenharia Civil estão próximos da comunidade?

(CS e VS): A Universidade de Passo Fundo tem por princípio desenvolver a comunidade através do tripé de ensino, pesquisa e extensão. Os cursos de Arquitetura e Urbanismo e Engenharia Civil não fogem à regra. Por exemplo, o curso de Arquitetura e Urbanismo desenvolve estas atividades através do Núcleo de Desenvolvimento Urbano e comunitário (Naduc), e o curso de Engenharia Civil através do projeto COMunidade Engenharia: Engenharia Civil para todos. Ambos atuam no atendimento de demandas de instituições, ongs, agentes públicos, privados, dentre outros. Dessa forma, a Universidade de nossa comunidade cumpre seu papel, formando profissionais de qualidade, que por sua formação de excelência, são capazes de transformar a realidade onde vivem e, assim, construir um futuro melhor para todos.


Gostou? Compartilhe