Edital vai auxiliar no acolhimento de até 200 animais

Anúncio foi feito durante inauguração do primeiro Espaço Pet da cidade

Por
· 1 min de leitura
O Espaço Pet fica localizado na Praça Capitão Jovino (Fotos: Bruna Scheifler/ON)O Espaço Pet fica localizado na Praça Capitão Jovino (Fotos: Bruna Scheifler/ON)
O Espaço Pet fica localizado na Praça Capitão Jovino (Fotos: Bruna Scheifler/ON)
Você prefere ouvir essa matéria?

No Dia Mundial dos Animais, celebrado hoje (04), Passo Fundo anunciou e inaugurou novas ações para a área de proteção animal. Uma das novidades é um edital para credenciamento de protetores independentes. O edital tem o objetivo de auxiliar no acolhimento dos animais. Cada protetor irá receber mensalmente R$70,44 por animal albergado, sendo que cada responsável poderá cadastrar no máximo 10 animais. 

A ação, denominada Acolhe Pet, atenderá até 200 animais. Os protetores deverão atender aos requisitos do edital e os espaços utilizados serão vistoriados.

“É um incentivo mensal que vai ajudar na ração, no veterinário, um gasto que as protetoras têm e que muitas vezes elas acabam retirando do próprio bolso”, disse o prefeito Pedro Almeida, após assinatura do edital. As ações são consideradas uma evolução do Programa É o Bicho, que promove castrações, e o objetivo é criar uma rede de proteção qualificada. 

Espaço Pet

A Praça Capitão Jovino recebeu o primeiro Espaço Pet da cidade, inaugurado oficialmente ontem (04). O espaço é constituído por uma área cercada. Ele conta com um brinquedo com túnel e escorregador para os cães e um bebedouro. O objetivo é seja um espaço de lazer para os animais. “Um local totalmente planejado, pensado para que as pessoas possam interagir com seus animais em momentos de lazer”, afirma a secretária do Meio Ambiente, Gabriela Engers. O espaço é também uma alternativa para quem não tem ambientes para soltar os animais. O objetivo é que a iniciativa seja ampliada e que outros espaços semelhantes sejam criados.


Gostou? Compartilhe