A história do rock gaúcho

Músicos Carlinhos Carneiro, Alemão Ronaldo e Mr. Pi se reúnem em Passo Fundo nesta sexta-feira (15), no evento ?EURoeTrinca Rock Gaúcho?EUR?

Por
· 1 min de leitura
Alemão RonaldoAlemão Ronaldo
Alemão Ronaldo
Você prefere ouvir essa matéria?

Inicialmente utilizado para a simples referência a bandas de rock nascidas no Rio Grande do Sul, a partir dos anos 2000, com a ascensão de bandas como a Bidê ou Balde e a Cachorro Grande, o termo “rock gaúcho” ganhou novas conotações e passou a ser empregado como uma espécie de subgênero musical. Até mesmo grupos surgidos fora do estado já declararam que o jeito gaúcho de fazer rock lhes servia como uma grande influência. Há quem discorde da ideia de unificar tantas bandas gaúchas dentro de um mesmo rótulo, mas, discussões à parte, é inegável a sólida trajetória do estado em lançar para o cenário nacional grandes artistas de rock. São tantos sucessos que renderiam um show exclusivo para eles, resgatando a história do gênero dentro do Rio Grande do Sul – e é justamente essa a proposta do Trinca Rock Gaúcho, evento que acontece na noite desta sexta-feira (15), no Porão Bar e Tabacaria, em Passo Fundo.


A proposta da atração é apresentar um repertório que viaja pelas principais faixas de rock lançadas no estado ao longo das últimas décadas, pela voz do vocalista da Bidê ou Balde, Carlinhos Carneiro, o veterano Alemão Ronaldo, que liderou a Bandaliera por duas décadas, e o comunicador do Pijama Show, Everton Cunha, conhecido como Mr. Pi. “É um show coletivo, nós três nos apresentamos juntos e com a mesma banda, em um clima de encontro de amigos. A gente reúne no repertório algumas músicas nossas – eu tenho algumas coisas da Bidê ou Balde – e também selecionamos coisas que não são nossas, mas que gostamos de tocar”, comenta Carlinhos. Essa é a terceira vez que o trio apresenta o projeto no estado. A quarta apresentação acontece neste sábado, em Chapecó, seguindo o mesmo formato.


Anote na agenda

O que: Trinca Rock Gaúcho
Quando: Sexta-feira, a partir das 20h
Onde: Porão Bar e Tabacaria (Rua Coronel Pelegrini, 452)
Entrada: entre R$ 20 e R$ 40, na porta do evento

Gostou? Compartilhe