Agricultura Familiar supera vendas na Expointer

em sete dias, valor 16,36% foi superior ao do mesmo período de 2018.

Por
· 1 min de leitura
Clovis José Scheer, que tem uma agroindústria de rapaduras em Augusto Pestana, participa da feira pela sétima vezClovis José Scheer, que tem uma agroindústria de rapaduras em Augusto Pestana, participa da feira pela sétima vez
Clovis José Scheer, que tem uma agroindústria de rapaduras em Augusto Pestana, participa da feira pela sétima vez
Você prefere ouvir essa matéria?

Os 316 expositores do Pavilhão da Agricultura Familiar chegam ao final da Expointer com sorrisos de orelha a orelha. Os dias de sol e o público recorde do primeiro final de semana fizeram com que o pavilhão, um dos mais visitados da feira, acumulasse um volume de vendas de R$ 3.462.828,31 em sete dias, valor 16,36% superior ao do mesmo período de 2018.

Trazendo para a feira salames, copas e linguiças, além de outros embutidos, Aline Gauer, da Herbon Agroindústria, de São José do Sul, é uma veterana de Expointer: está em sua nona participação. Mas, mesmo para uma expositora experiente, a edição de 2019 surpreendeu. “Esse ano está sendo fantástico para nós, a venda aumentou muito. O estoque que trouxemos para a feira inteira acabou no primeiro final de semana”, explica.

Sabores de outros Estados

Este ano, o Pavilhão da Agricultura Familiar contou com a participação de dez expositores de Minas Gerais, quatro do Rio de Janeiro e um do Amapá. Também para eles, a edição deste ano trouxe muitas oportunidades e novos contatos.

 

Gostou? Compartilhe