Município terá aporte de recursos para programa É o Bicho

Passo Fundo receberá R$ 68 mil em recursos estaduais para castrações de animais

Por
· 2 min de leitura
O investimento do governo do estado foi anunciado junto com o lançamento de programa (Foto: Divulgação/PMPF)O investimento do governo do estado foi anunciado junto com o lançamento de programa (Foto: Divulgação/PMPF)
O investimento do governo do estado foi anunciado junto com o lançamento de programa (Foto: Divulgação/PMPF)
Você prefere ouvir essa matéria?

A partir do programa É o Bicho, a Prefeitura de Passo Fundo já castrou 6,5 mil animais, entre cães e gatos. A iniciativa, que atualmente conta com R$ 50 mil mensais em recursos próprios do município, receberá um aporte do governo estadual. Nesta segunda-feira (27), na capital gaúcha, o prefeito, Pedro Almeida, recebeu do governador, Eduardo Leite, a confirmação de que o estado encaminhará mais R$ 68 mil para a realização dos procedimentos.

Pedro Almeida comemorou o anúncio, enfatizando que a Prefeitura tem um olhar sensível à causa animal e tem trabalhado para ampliar cada vez mais os recursos aplicados nas castrações. “As castrações são um dever coletivo e, principalmente, dos governos. Elas encerram ciclos de procriação descontrolada e evitam possíveis maus-tratos e abandono. A partir do É o Bicho, o município realiza há seta anos procedimentos gratuitos a animais de pessoas que não possuem condições e dos resgatados por protetoras independentes. Ficamos muito felizes com o anúncio do governo estadual, porque esse é um passo importante para que a causa animal receba suporte não só em Passo Fundo, mas em tantas outras cidades”, considerou.

A secretária municipal de Meio Ambiente, Gabriela Engers, destacou que será um importante aporte ao programa já existente em Passo Fundo. “Como contrapartida, a Prefeitura investirá R$ 9 mil, além de realizar a microchipagem dos animais. O objetivo é realizarmos 400 castrações com o recurso anunciado hoje”, afirmou. 

O investimento do governo do estado foi anunciado junto com o lançamento do programa Melhores Amigos – Bicho Sente como Gente, implementado por meio da Secretaria da Igualdade, Cidadania, Direitos Humanos e Assistência Social (SICDHAS). A iniciativa tem como objetivo estabelecer políticas públicas de controle populacional e sensibilização da sociedade, estimulando os municípios a criarem ações voltadas à causa animal.

Para isso, o programa terá dois eixos: campanhas de educação da população contra os maus-tratos aos animais e um projeto de castração de cães e gatos. Neste primeiro momento, serão beneficiados 32 municípios, recortados a partir do fator de maior população, o que incluiu Passo Fundo. Até o fim do ano, um total de 109 prefeituras receberá recursos para realizar a esterilização de animais de famílias em situação de vulnerabilidade social, com a destinação de R$ 5 milhões provenientes do Tesouro do Estado.

Conforme o governador, Eduardo Leite, o programa será continuado, viabilizando aportes para que os municípios efetuem as castrações. “Precisamos ter um controle populacional para que ofertemos condições dignas para os animais. Não tem nenhuma oposição entre cuidar das pessoas e cuidar dos animais. Ao contrário, são coisas que se somam. É fundamental que a gente forme essa consciência e que haja investimentos públicos para os cuidados com os animais. O Estado ajudará com recursos os municípios, que fazem o trabalho lá na ponta. O nosso desafio será um programa continuado”, disse.

Gostou? Compartilhe