Itália em quarentena

Numa medida sem precedentes, todos os habitantes da Itália têm de ficar em casa e só podem sair por motivos comprovados de saúde ou trabalho. As medidas de emergência para tentar travar a progressão do novo coronavírus passam agora a abranger todo o país.

Por
· 1 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?


A quarentena imposta ao norte de Itália por causa da epidemia de Covid-19 foi estendida ao resto do país, a partir desta terça-feira, como medida para conter a propagação do surto, anunciou ontem (10) o primeiro-ministro italiano, Giuseppe Conte.

egundo ele, os cidadãos terão de comprovar a importância do seu trabalho para continuar a exercer a atividade, o estado de saúde e outras razões que justifiquem a necessidade de viajar para fora da área de residência. As restrições vão valer até 3 de abril.

"Não haverá apenas uma zona vermelha. Haverá Itália", disse Conte aos jornalistas.

A Itália enfrenta a situação mais crítica na Europa. A doença atingiu até agora 9.172 pessoas e provocou a morte de 463, tornando a Itália o segundo país com mais casos depois da China.Em Portugal, o Ministério da Administração Interna anunciou novas medidas de contingência. Estão confirmados 39 casos no país e 399 aguardam resultados laboratoriais.

Gostou? Compartilhe