Homem é morto com tiro na cabeça em assalto

Um dos criminosos foi preso logo em seguida e confessou envolvimento no crime. Os outros dois fugiram.

Por
· 1 min de leitura
Aproximadamente 300 metros da casa havia um veículo atolado, que pode ter sido utilizado pelos assaltantesAproximadamente 300 metros da casa havia um veículo atolado, que pode ter sido utilizado pelos assaltantes
Aproximadamente 300 metros da casa havia um veículo atolado, que pode ter sido utilizado pelos assaltantes
Você prefere ouvir essa matéria?

Um roubo de veículo terminou com a morte da vítima na tarde de ontem (25), na localidade de São Roque, interior de Passo Fundo. Antônio Roberto Lubian, 58 anos, foi atingido por um tiro na cabeça, no momento em que acionava a Brigada Militar para informar sobre o roubo do seu veículo.
Era por volta das 14h quando a Sala de Operações recebeu a ligação. Segundo o comandante do 3° RPMon, Major Paulo César de Carvalho, a vítima informou que três homens armados chegaram em sua propriedade e levaram o veículo, um VW/Gol de cor vermelha.
Nem bem terminou a ligação, foi surpreendido pelo tiro fatal. “As viaturas foram despachadas e quando acessavam a estrada de chão que leva à localidade, se depararam com os indivíduos fugindo”, diz. Os criminosos abandonaram o carro roubado minutos antes e correram em direção ao mato. Os policiais iniciaram as buscas.
Outra guarnição se dirigiu à propriedade rural e encontrou a vítima ferida, com o tiro na cabeça. O Corpo de Bombeiros foi acionado para socorrer o homem. Embora tenha sido resgatado ainda com vida, ele não resistiu aos ferimentos e morreu. A equipe da perícia esteve no local, bem como policiais da Defrec, responsáveis pela investigação.

Prisão


Enquanto as autoridades policiais realizavam os levantamentos no local do fato, uma guarnição do Pelotão de Operações Especiais (POE) localizou um dos envolvidos. Gustavo Henrique Bittencourt Goulart, de 22 anos, foi preso em flagrante no matagal.
Mais conhecido como “Chitão”, o homem confessou envolvimento no fato, mas afirmou que não foi responsável pelo tiro. Ele havia recebido liberdade condicional do presídio nesta mesma semana. Ele tem antecedentes por porte ilegal de arma de fogo e tráfico de drogas e já havia sido preso, em flagrante, duas vezes, sem contar as passagens pela polícia enquanto menor infrator. Após captura, foi apresentado na delegacia onde prestou depoimento. Em seguida, retornou ao presídio, em regime fechado.

Veículo abandonado

A cerca de 300 metros distante da casa onde ocorreu o latrocínio (roubo seguido de morte) foi encontrado um veículo Gol de cor bordo. O carro estava atolado e havia sido furtado um dia antes.
A polícia acredita na hipótese de que os criminosos realizariam outro crime nas imediações, utilizando o carro Gol, em que provavelmente estavam. Como ficaram a pé, precisaram encontrar outro veículo. A primeira casa que encontraram, realizaram o crime. O automóvel foi recolhido e periciado. A equipe da Defrec segue investigando, para chegar à identificação dos demais envolvidos.  Este é o quinto latrocínio do ano, registrado no município.

Gostou? Compartilhe