Acusado de pedofilia mandava e-mails para atriz de oito anos: ?EURoeEu to com tesão e louco pra brincar contigo?EUR?

Homem de 56 anos foi preso na manhã de quinta-feira no bairro São Cristovão, pagou fiança e ficará em liberdade enquanto investigações prosseguem

Por
· 2 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

A Delegacia de Polícia de Proteção à Criança (DPCA) de Passo Fundo prendeu na manhã de quinta-feira (5) um engenheiro agrônomo de 56 anos acusado de pedofilia. O mandado foi expedido pela promotoria de São Paulo/SP, que desde agosto investigava o homem por enviar mensagens de cunho sexual e fotos das regiões íntimas a uma atriz mirim de oito anos. Na casa do suspeito foram apreendidos um pendrive, um computador, um celular e uma porção de cocaína. Ele pagou fiança no valor de R$ 2 mil e deve aguardar em liberdade o andamento das investigações.


De acordo com o comissário Oscar Cabral, da DPCA, quando os agentes da Polícia Civil chegaram em sua casa, no bairro São Cristovão, o homem estava dormindo. Na proteção de tela do seu computador havia a foto de uma criança em uma pose sensual e outras fotos de crianças, que aparentavam ter entre 8 e 12 anos, também foram encontradas entre os arquivos.

 

“minha novinha e ..."

 

A reportagem teve acesso ao inquérito e as mensagens que o acusado enviou à criança. Por ser artista e já ter participado em novelas e propagandas publicitárias, a criança possui perfis nas redes sociais e e-mail. Foi a partir deles que o acusado entrou em contato com a criança.

A primeira mensagem foi enviada na madrugada do dia 5 de julho. O acusado escreveu:


“Eu meu amo, te adoro muito. Te desejo pra valer pq vc é linda e atraente. Gostaria de ter teu whatts um papinho e trocar uma idéia. Não darei pra ninguém. Te mando [e inseriu emoji de beijos] minha querida”.

 

A reportagem manteve os erros de digitação e abreviações utilizados nas originais. No mesmo dia ele insistiu:

 

“OIe meu amor querida. Esse email é pra pedir para vc me passar teu whatts... Meu desejo de te ver é .... Manda ta! [dois emojis de beijo] em ti [emoji de coração] que me enche de tesão.”

 

A criança nunca respondeu as mensagens, mesmo assim o acusado manteve tentativas de se aproximar dela. No dia 15 de julho, o acusado reconheceu em uma mensagem: “eu tenho a maior paixão por meninas novinhas e vc se encaixa perfeitamente nos meus desejos”. A partir deste dia, ele passou a ser mais incisivo, inclusive dizendo o que havia feito pensando na vítima e enviando beijos para “as regiões íntimas” da criança. 

 

Em agosto, ele adulterou uma foto e colocou o recorte do rosto da atriz mirim no corpo de uma outra criança. Nesta mensagem, com a foto em anexo, ele escreveu: “Oi meu amor, esta é a foto de que tinha falado. É uma delícia de gatinha linda que além de mto amável é tbém bastante sensual , atraente e desejada.”


Depois, o acusado enviou uma foto dos seus órgãos genitais à criança. Todas as mensagens enviadas pelo suspeito foram disponibilizadas aos investigadores pela mãe da vítima, que procurou a 4ª Delegacia de Polícia de Repressão à Pedofilia, de São Paulo, para denunciar o caso.

 

No seu perfil pessoal, no Facebook, o acusado tem curtido diversas páginas da atriz mirim, de novelas e desenhos infantis, roupas infantis, brinquedos e páginas como “novinhas da delícia”, “bonde das novinhas” e “meninas dançando funk”. Ele também tem compartilhado fotos da atriz mirim e de outras crianças.


Em uma das fotos, uma mulher comentou a suspeita: “Que estranho”. Mas não foi respondida.


O homem segue investigado pelo crime de aliciar, assediar, instigar ou constranger e a polícia deve averiguar os materiais apreendidos para descobrir se outras crianças também receberam mensagens do acusado. Ele já tinha passagens por posse de drogas, lesão corporal, embriaguez e ameaça.


Diante do caso, o comissionário Oscar Cabral alertou que a Delegacia sempre seja buscada e que adultos permaneçam em alerta para mensagens nas redes sociais. Denúncias anônimas também podem ser feitas pelo número (54) 39021307.

Gostou? Compartilhe