Sete pessoas morrem em rodovias federais no feriado

Mais de 600 quilos de entorpecentes também foram apreendidos em todo o estado

Por
· 2 min de leitura
PRF registrou 2.123 infrações de trânsito este anoPRF registrou 2.123 infrações de trânsito este ano
PRF registrou 2.123 infrações de trânsito este ano
Você prefere ouvir essa matéria?

Encerrou no domingo (17) a Operação Proclamação da República, deflagrada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) desde quinta-feira (14), voltada à prevenção de acidentes e combate à violência no trânsito.  Neste ano, sete mortes foram registradas nas rodovias federais do estado – mesmo número que ano passado.

 

Segundo dados da PRF, divulgados nesta segunda-feira (18), entre quinta-feira e domingo foram registradas 2.123 infrações de trânsito, sendo 476 por ultrapassagem indevida e 173 por embriaguez. Dos acidentes, 57 pessoas ficaram feridas e 07 morreram no local. Além disso, a PRF prendeu 59 pessoas e apreendeu 616 quilos de entorpecentes.

 

Os acidentes fatais foram registrados na quinta-feira nas rodovias BR 290, em Eldorado do Sul; BR 392, em Rio Grande; e BR 471, em Rio Pardo; e no domingo, na BR 472, em Boa Vista do Buricá, quando quatro pessoas morreram.

 

No ano passado foram 2.250 infrações de trânsito, sendo 89 por embriaguez, 476 por ultrapassagem, 79 feridos, 7 mortos, 701 gramas de entorpecente e 37 pessoas detidas. As estatísticas do ano passado incluem um dia a mais, já que, em 2018, o feriado caiu em uma quinta-feira.

 

Região

 

Na região de competência da Delegacia da PRF em Lajeado, entre Vitor Graeff e Nova Santa Rita, na BR-386, e ainda parte da BR-470, a equipe contou com reforço no efetivo, sobretudo na quinta-feira à noite, sexta-feira pela manhã e no domingo, a partir das 14h. 

 

Durante toda a operação aconteceram sete acidentes que resultaram em 10 pessoas com lesões. Nos demais acidentes, em sua maioria colisões traseiras, houve apenas danos materiais nos veículos. Nenhuma morte ocorreu durante o feriado. Em relação ao ano passado, subiram os acidentes, mas zeraram as mortes, já que em 2018 ocorreram seis acidentes com feridos, seis pessoas com lesões e quatro mortes.

 

Aindaforam fiscalizados 492 veículos e confeccionados 142 autos de infração, a maior parte deles por ultrapassagens irregulares e pela falta do uso do cinto de segurança. O teste do etilômetro foi realizado em 254 condutores. Dez deles foram autuados pelo uso de álcool, e dois foram detidos e encaminhados à polícia judiciária. 

 

Nas ações de educação para o trânsito, houve o atendimento a 307 pessoas durante as abordagens em automóveis e ônibus. Motoristas e passageiros foram orientados sobre a importância de se ter atitudes responsáveis na rodovia. Já no estado este número foi de 4,4 mil pessoas.

 

Ao longo destes quatro dias, os PRFs integrantes do Grupo de Educação para o Trânsito (Getran) realizaram atividades de fiscalização de motoristas e de seus veículos. Foram mais de 200 veículos abordados, entre ônibus e veículos de passeio.

 

A PRF utilizou a estrutura dos postos, além do ônibus multimissão. Este veículo foi adaptado com uma televisão em que foram transmitidos vídeos com exemplos de acidentes. Os motoristas eram convidados a assistir vídeos educativos, com imagens de acidentes reais, com o objetivo de alertá-los sobre atitudes que podem gerar acidentes. A temática dos vídeos alertava para situações que podem atingir todo motorista como fadiga, sono, embriaguez e respeito às leis de trânsito.

 

Além disso, foram realizadas orientações sobre comportamento seguro para pedestre, ciclista e passageiros de ônibus. Diversos ônibus foram abordados, sendo os passageiros orientados sobre a importância do cinto de segurança, inclusive em veículos de transporte coletivo.

 

A maior preocupação da PRF com este tipo de atividade é a segurança de todos os usuários das rodovias federais, buscando, com as ações de educação, prevenir acidentes e preservar a vida.

Gostou? Compartilhe