Alexandra Dougokenski diz ter sido coagida pela polícia a mudar versão

Depois de prestar um depoimento no sábado (27), em que admitia ter matado o filho de 11 anos com uma corda, ela voltou atrás e manteve a versão de homicídio culposo

Por
· 1 min de leitura
Divulgação/ONDivulgação/ON
Divulgação/ON
Você prefere ouvir essa matéria?

Após o depoimento em que Alexandra Dougokenski teria confessado o estrangulamento do seu filho, Rafael Mateus Winques, de 11 anos, em Planalto, ela gravou um vídeo  em que desmente o  depoimento prestado na tarde de sábado (27), no Palácio da Policia Civil.

Durante o depoimento, ela admitiu ter matado o menino com uma corda devido à desobediência do menino. Mas no vídeo Alexandra alega que estaria sendo coagida pela polícia a mudar sua versão dos fatos e está arrependida do que fez.

O advogado Jean Severo que defende Alexandra não assinou o depoimento, por que segundo ele Alexandra foi coagida, ele disse que usaram a figura do outro filho para induzir a mudança na versão.

Gostou? Compartilhe