OPINIÃO

Um pouco melhor

Por
· 3 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

O desemprego em Passo Fundo no mês de maio foi menor em relação a abril, mesmo assim com significativo índice negativo. O mês começou com um estoque de empregos de quase 57 mil empregos formais. Registrou 897 contratações e 1,5 mil desligamentos, resultando num saldo negativo de 605 vagas que foram fechadas. O número é bem menor do que abril que registrou o fechamento de 1,5 vagas de trabalho no município. Ao analisar esses números, o administrador de empresas Adriano José da Silva, disse que a suspensão dos contratos de trabalho, redução da jornada, concessão de férias, e a abertura da atividade econômica contribuíram para a diminuição da queda do desemprego. Com a retomada de parte da economia consolidada em junho, o resultado do mês poderá ser um pouco melhor, já que a agência Sine/Fgtas também tem oferecido vagas de emprego em diferentes segmentos.


Licitação do transporte

Tribunal de Justiça do Estado entendeu que o prefeito Luciano Azevedo estava correto ao cancelar o processo de licitação do transporte público, no final do ano passado. Em consulta ao sistema eletrônico, o TJ publicou acórdão em que dá provimento ao recurso do Município contra a decisão de primeira instância, que garantia à empresa Stadtbus a classificação no processo licitatório do transporte público, determinando ainda a continuidade do certame. O prefeito Luciano tinha revogado a licitação depois de análise técnica que desclassificava as duas concorrentes, Stadtbus e Coleurb, em outubro de 2019, por inconformidades no preenchimento da planilha de preços que compõem a tarifa, relacionadas ao plano de saúde dos trabalhadores. No entendimento do Tribunal, a decisão do Prefeito estava correta porque tratou da segurança da tarifa. Cabe recurso da decisão.


Resposta

E por falar em fake News, o diretório do PCdoB de Passo Fundo divulgou nota esta semana, desmentindo informação que circulou pelas redes de que o partido estaria no comando da Secretaria Municipal da Saúde. O partido de fato esteve, por seis anos, na pessoa do competente médico Luiz Artur da Rosa Filho, que hoje é diretor do Curso de Medicina da Imed. Mas, há dois anos não está no setor.


Gabinete do ódio

A nota diz ainda: “O que o gabinete do ódio passo-fundense está fazendo nós sabemos: cria fatos “fake” como o impeachment de prefeito, imagina que a Secretaria de Saúde seja comandada por nós, imagina que a cloroquina está proibida em Passo Fundo, mente que A ou B estão no comando. Ora, a Cloroquina está em todos os tratamentos cujos médicos e pacientes optaram por utilizar, a prescrição segue sendo livre aos médicos como sempre. Quem inventa todas estas farsas está fazendo o que para ajudar quem precisa?”


Solidariedade

A Justiça Federal em Passo Fundo organizou uma ação em solidariedade aos estrangeiros que se encontram em situação de vulnerabilidade por conta dos efeitos da pandemia da Covid-19 no município. Foram doadas 109 cestas básicas, além de produtos de limpeza e roupas e agasalhos, para pessoas que vieram, por exemplo, do Senegal, Haiti, Bangladesh e Índia. A entrega foi realizada no dia 25/6, data em que se comemora o dia do imigrante, e beneficiou 250 pessoas.


União

A iniciativa foi conduzida pela 2ª Vara Federal do município e contou com o apoio magistrados e servidores de toda subseção. Também contribuíram com doações agentes públicos do Ministério Público do Trabalho, Ministério Público Federal, Defensoria Pública da União, Procuradoria Federal, Polícia Federal, Justiça do Trabalho e Justiça Estadual. A distribuição dos produtos contou com a ajuda da Mesquita de Passo Fundo, principalmente através de um agente social que organiza de forma ampla o auxílio social aos estrangeiros do município.


Image title

Está chegando!

Mais alguns dias e estará circulando a nova edição do Anuário Gigante do Norte 2019/2020. Sim, ele saiu, mesmo diante do cenário completamente adverso para as publicações especiais. Graças ao esforço de toda a equipe de produção editorial e comercial do Grupo ON, e graças aos parceiros que continuam apostando neste projeto, o Anuário é realidade em plena Pandemia do Coronavírus. Abrimos uma editoria especial para falar da retomada econômica de Passo Fundo, ouvindo diversas lideranças da cidade. Por enquanto fiquem com esta capa que ficou incrível.

Gostou? Compartilhe