MEDICINA & SAÚDE - Atenção à alimentação antes e depois do treino

E especialista em emagrecimento explica que os alimentos certos são essenciais para melhorar a performance física

Por
· 1 min de leitura
 O ideal é que a alimentação seja, no mínimo, até duas horas antes do treino (Foto – Pixabay) O ideal é que a alimentação seja, no mínimo, até duas horas antes do treino (Foto – Pixabay)
O ideal é que a alimentação seja, no mínimo, até duas horas antes do treino (Foto – Pixabay)
Você prefere ouvir essa matéria?

Ter mais energia, melhorar ganho de massa muscular e emagrecer são três objetivos comuns entre as pessoas que fazem atividades físicas. No entanto, uma dúvida recorrente é qual alimento ingerir antes e depois do treino para obter os melhores resultados. De acordo com a fisioterapeuta e expert em emagrecimento, Edivana Poltronieri, a alimentação pré-treino é importante para dar força e energia ao corpo para a prática dos exercícios. Já a alimentação pós-treino ajuda o corpo a recuperar a energia gasta, mas sem comprometer a performance do organismo na perda de calorias. Com os objetivos de cada etapa da alimentação definidos, ela dá dicas de como selecionar os alimentos antes e após os exercícios.

 

Pré-treino: Alimente-se no tempo certo

Não basta escolher o grupo certo de alimentos, mas fazer a ingestão no momento adequado para o organismo ter tempo de absorver os nutrientes e gerar a energia necessária para a prática dos exercícios. “O importante é deixar um espaço de até duas horas entre a refeição e o treino porque isso evita dores no estômago e enjoos durante as atividades físicas”.

 

Pré e pós-treino: Hidratação full time

Mais importante do que a alimentação adequada, é se hidratar bem. “Durante o treino é normal criar esse hábito, mas ele é importante também é importante antes. No pré-treino, o ideal é beber cerca de um copo de água a cada 15 minutos até o momento da atividade física. Ao terminar, indico a ingestão de até 3 copos de água”.


 O que comer antes

As principais fontes de combustível do corpo são gordura corporal e carboidratos. Antes do exercício, Edivana orienta investir em carboidratos do bem, além de proteínas e gorduras boas. Dentro desse grupo de alimentos, a expert dá algumas sugestões: pasta de amendoim, geleia de fruta natural com pão integral, omelete com salada, mingau de aveia com banana e lascas de amêndoas ou ovos com torrada. Lembrando que, o ideal é que a alimentação seja, no mínimo, até duas horas antes do treino. Se o exercício não for em até uma hora, a dica é investir em outros grupos de alimentos, como iogurte natural, frutas ou batata-doce. Outra dica da expert é o uso de suplementos, com acompanhamento e liberação de um nutricionista, pois eles melhoram o desempenho, aumentam a massa magra corporal e diminuem a fadiga.

 

O que comer depois

Depois de treinar, Edivana Poltronieri indica alimentos de fácil digestão a fim de aumentar a absorção de nutrientes, como pudim de chia com leite vegetal ou iogurte natural, maçã, quinoa, ovos, salmão, smoothie de 

Gostou? Compartilhe