Dentes humanos são utilizados para o ensino e a pesquisa

Por
· 3 min de leitura
 Foto: Divulgação Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
Você prefere ouvir essa matéria?


Você sabia que pode doar dentes de “leite” e permanentes? Essa doação pode ser feita no Biobanco de Dentes Humanos da Faculdade de Odontologia da Universidade de Passo Fundo (FO/UPF). A doação é muito importante para a existência e manutenção de espaços para o estudo da Odontologia. A coordenadora do Biobanco da UPF, professora Dra. Daniela Jorge Corralo, explica o funcionamento e a importância deste espaço.  


O que são os Bancos de Dentes?

Bancos de Dentes Humanos (BDH) são entidades sem fins lucrativos criadas nas instituições de ensino superior, responsáveis pela recepção, preparação, desinfecção, manipulação, seleção, preservação, catalogação, estocagem, cessão, empréstimo e administração de dentes doados. A criação dos BDH, por volta dos anos 2000, teve como objetivo minimizar o comércio ilegal de estruturas dentárias, além de estimular nos acadêmicos e profissionais da área da Odontologia a importância das questões legais, das discussões bioéticas acerca do uso de dentes humanos para o ensino e a pesquisa, além da questão de biossegurança, visto a possibilidade de transmissão de doenças e infecções pelo manuseio inadequado destes órgãos humanos. Na Faculdade de Odontologia da UPF, o Banco de Dentes foi instituído em 2003. Em 2019, considerando a Resolução do CNS 441/2011, passou a ser nomeado Biobanco de Dentes Humanos.


Como funciona o Biobanco de Dentes na UPF?

Os dentes recebidos pelo BDH são encaminhados para as etapas de manipulação, seleção, estocagem e desinfecção. A fim de prevenir alterações nas propriedades físico-químicas dos dentes, o que poderia comprometer os resultados de estudos in vitro, os dentes são armazenados em potes com água, identificados, sendo a mesma trocada semanalmente. As fontes de aquisição são diversas, sendo a mais comum a própria FO, através dos procedimentos realizados. No entanto, é estimulada e incentivada a doação de dentes por profissionais da área da Odontologia.


Qual a importância para o estudo acadêmico?

Durante a formação do cirurgião-dentista, o estudo do órgão dentário e suas características são essenciais para a compreensão dos elementos que constituem os sistemas mastigatórios humanos (sistema estomatognático). Os dentes possuem características distintas que influenciam na manifestação de alterações dentárias, de patologias, como as lesões cariosas, e das abordagens terapêuticas (a anatomia dentária, por exemplo, indicará diferentes formas de acesso aos canais radiculares e de procedimentos restauradores). Ainda, na área de pesquisa, os dentes são utilizados para testar adesão de materiais, modificações na estrutura dentária depois da aplicação de diferentes tratamentos, capacidade de eliminação de microrganismos em canais radiculares, dentre diversas outras possiblidades. Dessa forma, a existência de um BDH na Instituição contribui para a formação acadêmica dos profissionais e exerce um papel ético fundamental, eliminando o comercio ilegal de dentes humanos, uma vez que o mesmo, é um órgão do corpo humano, tratado sob a Lei de Transplantes Brasileira (Lei 9.434/1997) e pela Resolução do CNS 441/2011.


Como fazer a doação de dentes?

A doação de dentes deve ser acompanhada do documento de consentimento do doador. Em situações que não se sabe quem são os doadores, o profissional cirurgião-dentista pode doar os dentes que possui por meio de um Termo de Doação de Dentes Humanos de Cirurgiões-dentistas, responsabilizando-se pela sua origem. A população em geral que tenha dentes em casa também pode doar assinando um Termo de Doação de Dentes Humanos. Para a doação, os dentes extraídos devem estar armazenados em potes vedados (podem ser permanentes ou decíduos/“de leite”). As doações devem ser feitas ao Biobanco de Dentes Humanos por meio de agendamento.


Qual o contato, funcionamento e localização do Biobanco de Dentes?

O contato com a nossa equipe pode ser realizado pelo e-mail bancodedentes@upf.br, WhatsApp (54) 99963-2422, ou pelo Instagram @biobancodedentesupf. O BDH está funcionando, neste período de pandemia, com agendamento. Assim, solicitamos contato pelos meios citados acima. O Biobanco de Dentes Humanos está localizado na Faculdade de Odontologia da UPF, Prédio A7, Campus I.


Gostou? Compartilhe