Brasil registra primeira morte por coronavírus

Paciente era de São Paulo

Por
· 2 min de leitura
 Crédito:  Crédito:
Crédito:
Você prefere ouvir essa matéria?

O Brasil registrou, nesta terça-feira (17), a primeira morte relacionada ao contágio de coronavírus.

O paciente era do estado de São Paulo e tinha 62 anos. A informação foi divulgada pela manhã pela Secretaria de Saúde paulista, que limitou-se a não fornecer mais informações sobre o caso até a coletiva de imprensa agendada para hoje. 

Cinco novos casos confirmados no Rio Grande do Sul

Mais cinco pessoas foram diagnosticadas com coronavírus no Rio Grande do Sul, conforme informou a Secretaria da Saúde (SES) em boletim divulgado na tarde de segunda-feira (16). São cinco homens – quatro residentes em Porto Alegre e um em Caxias do Sul –, todos com histórico de viagem internacional e que não necessitaram de internação hospitalar. Ao todo, o Estado registra 11 casos confirmados de Covid-19.

Veja o histórico dos casos confirmados desde a sexta-feira (13/3):

• Homem de 69 anos, residente de Porto Alegre, com histórico de viagem à França.
• Homem de 28 anos, de Porto Alegre, que viajou para a França.
• Jovem de 18 anos, de Porto Alegre, que esteve na Inglaterra e Escócia.
• Idoso de 66 anos que esteve nos Estados Unidos e tem doença prévia cardiovascular.
• Homem de 26 anos, morador de Caxias do Sul, com histórico de viagem para França, Suíça e Espanha.

Na mesma manhã de confirmação dos novos quadros, o governador Eduardo Leite anunciou medidas para combater a propagação do coronavírus no Rio Grande do Sul, que ainda serão reunidas e publicadas em decreto. As aulas na rede estadual de ensino serão suspensas a partir da quinta-feira (19/3) durante duas semanas, podendo o prazo ser prorrogado, caso seja necessário.

Outras medidas adotadas envolvem a suspensão de eventos do governo do Estado com mais de cem pessoas e a recomendação para que outras realizações com esse porte sejam adiados ou cancelados; a determinação de teletrabralho para servidores públicos estaduais com mais de 60 anos, grávidas ou com doenças crônicas, com algumas exceções, como funcionários de saúde e segurança pública, e o chamamentos de servidores dessas áreas que estejam em férias ou licença conforme a necessidade.

Se houver necessidade de esclarecimentos sobre o coronavírus, a população e profissionais de saúde podem telefonar para o número 150, Disque Vigilância do governo do Estado, assim como o e-mail disquevigilancia@saude.rs.gov.br. O serviço é oferecido de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 22h, e aos sábados, domingos e feriados, das 8h às 22h.

O Sistema Único de Saúde (SUS) também oferece o Disque Saúde 136, de abrangência nacional, de segunda a sexta-feira, das 8h às 20h e aos sábados, das 8h às 18h.

Passo Fundo registra dois casos suspeitos


Conforme o último boletim epidemiológico divulgado, diariamente, pela Secretaria Estadual de Saúde, a cidade de Passo Fundo registra dois casos suspeitos de coronavírus. O monitoramento aguarda o resultado dos exames laboratoriais.

 

Gostou? Compartilhe