Papai Noel dos Correios vai atender três escolas da rede pública

Cartinhas para adoção serão disponibilizadas a partir da próxima terça-feira, mas os interessados já podem contatar a agência localizada na rua Moron

Por
· 1 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

Aproximadamente 900 alunos da rede pública de ensino de Passo Fundo participam da campanha solidária Papai Noel dos Correios. Em atividades conduzidas por educadores os pequenos colocam no papel os pedidos ao bom velhinho. As cartinhas podem ser adotadas pela comunidade na agência da rua Moron no início da próxima semana. “Acredito que a partir de terça-feira elas estejam disponíveis. Para ir adiantando o processo, as pessoas que têm interesse podem deixar o nome e um telefone de contato que nós as chamaremos para escolher a cartinhas assim que possível”, explica o gerente da agência dos Correios, Luis Carlos Bortoncello.

Este ano vão ser contempladas apenas crianças com idade até 10, cursando no máximo o quarto ano do Ensino Fundamental nas instituições de ensino indicadas pelas secretarias de educação do Município e do Estado. “É um projeto educativo. As professoras vão orientar os alunos e trabalhar com eles a iniciação à redação, para que redijam a cartinha endereçada ao Papai Noel”, comenta o gerente dos Correios. Participam as escolas estaduais Maria Dolores de Freitas Barros (bairro Santa Marta) e Irmã Maria Margarida (bairro Victor Isler) e a Escola Municipal de Educação Infantil Sonho Encantado (bairro Hípica).

A entrega dos presentes será feita exclusivamente pelos Correios. “O padrinho vai adotar conforme o pedido de cada carta, mas os dados da criança a gente não pode repassar. Os Correios que fará a entrega nas escolas”, disse Bortoncello. Para informar interesse em participar da campanha ou obter mais informações o telefone é 3311 6779.

Limitação
Por orientação da empresa, nesta edição não serão acolhidas as cartinhas envidas pela comunidade. “Não estamos recebendo outras cartinhas porque não temos como atender todas. Infelizmente estamos com uma equipe de funcionários reduzida e, como é um trabalho voluntário, não temos condições de atender muita gente. Temos que fazer o possível dentro das nossas limitações”, esclarece Bortoncello.

Caráter educativo
No ano de 2011 em Passo Fundo cerca de 1.100 crianças tiveram seus pedidos de Natal apadrinhados através da campanha realizada pelos Correios. Há 23 anos o trabalho que dissemina a solidariedade é realizado e desde 2010, a campanha é vinculada a Organização das Nações Unidas (ONU). Essa vinculação configura uma iniciativa de convergência da atuação dos Correios em prol da educação, sendo as crianças em situação de vulnerabilidade social as principais beneficiadas. Desenvolver a habilidade da redação de carta, de como endereçar, do uso do CEP e do selo postal são ações trabalhadas nas escolas.

Gostou? Compartilhe