ON nas Escolas: Diferentes visões de um mesmo tema

Estudantes provam que é possível encontrar várias formas de escrever sobre o mesmo tempo, porém de pontos de vista diferentes

Por
· 3 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

Quando duas ou mais pessoas se encarregam de escrever sobre um mesmo tema, certamente não sairão textos iguais. Prova disso foram os trabalhos realizados pelos alunos da Escola Municipal de Ensino Fundamental Arlindo Luís Osório, que no ano passado, frequentando a oitava série, fizeram entrevistas para escrever textos para o jornal. Embora vários deles tenham escolhido o mesmo assunto, cada um teve uma visão diferente ao escrever.

Saúde

A saúde é uma das coisas mais prezadas pelo ser humano. Cada pessoa tem o dever de cuidar de seu corpo. Com uma dieta balanceada e exercícios físicos sua saúde pode ficar perfeita. Mas, para uma saúde boa não é só a dieta e os exercícios que fazem a diferença. Higiene também é fundamental para você ter uma saúde boa.

Uma amostra de como fazer exercícios são as caminhadas que são muito eficazes e importantes. Lavar os alimentos antes de comê-los é muito importante, pois podem ter agrotóxicos e bactérias. Lavar as mãos é muito importante, pois bactérias são passadas das mãos ao alimento.

 

 

Alunos: Rafael Gomes Lago e Lucas Kader

Turma 81

Escola Municipal de Ensino Fundamental Arlindo Luís Osório

Professora orientadora: Tânia Chamberlain

 

Gripe A

A gripe A chegou com tudo no Sul do Brasil, deixou muitas pessoas de cama, assim causando várias mortes.

E como estão as vacinas?

Prefeitos do Rio Grande do Sul cobram vacinas contra a gripe – os prefeitos gaúchos vão exigir do Estado o fornecimento de vacinas contra a gripe A para toda a população do RS. Atualmente a vacina é fornecida gratuitamente para os grupos de risco, como: crianças de seis meses a dois anos, idosos, gestantes, doentes crônicos, indígenas e profissionais da saúde. Além das vacinas, os prefeitos exigem o fornecimento do medicamento antiviral conhecido como Tamiflu.

 

Entrevistas

Pergunta – Você acha que a vacina deveria ser distribuída gratuitamente para toda a população?

100% das pessoas entrevistadas disseram que sim.

 

Pergunta – Você conhece alguma pessoa que tomou vacina e morreu?

Entrevistado – Sim, pessoalmente eu tinha uma vizinha chamada Dona Maria, aparentemente ela estava bem, mas após tomar a vacina teve a gripe e a cada dia ficava pior, até que morreu.

 

Pergunta – Algumas pessoas têm alguma reação após tomar a vacina?

Entrevistado – Acredito que não, mas a minha mãe tomou a vacina e se formou um caroço bem aonde ela foi picada, no braço, só que após um tempo o caroço baixou. (Ana Julia)

 

Pergunta – Dói muito para tomar a vacina?

Entrevistado – Não, é só uma picadinha (Ana)

 

Pergunta – Qual seria mais importante, em sua opinião, a vacina ou o antiviral Tamiflu?

100% das pessoas entrevistadas falaram que a vacina é mais importante

0% das pessoas entrevistadas falaram que o antiviral é o mais importante

 

Aluna: Andréia de Lima Rodrigues

Turma 81

Escola Municipal de Ensino Fundamental Arlindo Luís Osório

Professora orientadora: Tânia Chamberlain

 

Gripe A

Para um trabalho da escola escolhi o tema gripe A. Em minha comunidade, entrevistei pessoas sobre o assunto. Notei que, apesar de muitas informações, as dúvidas são muitas.

Fiz as seguintes perguntas:

1. O que é gripe A e onde surgiu?

2. Quais são os sintomas?

3. Qual é o agente causador?

4. Formas de contágio?

5. A gripe A tem tratamento?

6. Existe vacina contra ela?

7. Que medidas preventivas podem ser tomadas no dia a dia?

 

Respostas

1. 75% das pessoas responderam que a gripe A apareceu no México, em 2007, e é uma doença respiratória causada pelo vírus A (H1N1). Foi chamada de gripe suína, pois acreditava-se que era transmitida por porcos. Depois de estudos, se viu que não era isso que acontecia.

 

2. 80% respondeu que são semelhantes de outra gripe, mas que os cuidados são maiores quando se apresenta febre muito alta e de início repentino, dores musculares, de cabeça, garganta e nas articulações, irritação nos olhos, tosse, nariz escorrendo, cansaço e falta de apetite, pode ocorrer vômito e diarreia.

 

3. 40% disseram que é o vírus influenza A (H1N1) e que esse vírus contém genes de vírus humano, aves e suíno.

 

4. 60% disseram que é contraída por via aérea, de pessoa para pessoa, principalmente pela tosse ou espirro de pessoa já contaminadas, e em locais fechados.

 

5. 70% responderam que sim a um tratamento mas este deve ser tomado somente com recomendação médica para evitar a automedicação, pois isso levaria ao mascaramento de sintomas e o retardamento do diagnóstico.

 

6. 30% respondeu que não há uma vacina contra o vírus (H1N1), mas que estão sendo estudados métodos mais eficazes.

 

7. 85%responderam que há medidas como lavar as mãos várias vezes ao dia com água e sabão ou desinfetá-las com álcool gel, evitar aglomerações e contato com pessoas já doentes, cobrir a boca e o nariz ao tossir ou espirrar, não colocar as mãos na boca, olhos, nariz após tocar objetos de uso pessoal, suspender viagens para lugares onde existem casos da doença, ao surgir sintomas de gripe procure imediatamente orientação médica.

 

Aluna: Nathielle Almeida Maffessoni

Turma 82

Escola Municipal de Ensino Fundamental Arlindo Luís Osório

Professora orientadora: Tânia Chamberlain

Gostou? Compartilhe