Escola de Vida: programa recebe selo de inovação pelo Ministério Público

Por
· 1 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

O aprendizado proposto pelo Programa Escola de Vida, da Prefeitura de Passo Fundo, muda a vida de crianças e adolescentes em tratamento oncológico no Hospital São Vicente de Paulo (HSVP). Em funcionamento há mais de um ano, a iniciativa já recebe reconhecimento, como o Selo Experiência Inovadora por parte da Corregedoria-Geral do Ministério Público. 

As atividades propostas e realizadas pela Escola de Vida foram conhecidas pelos corregedores do Ministério Público e a Promotoria de Justiça, com acompanhamento da promotora de Justiça Regional da Educação, Ana Cristina Ferrareze. “É um orgulho! Mais um projeto feito em parceria com órgãos governamentais e não-governamentais está sendo reconhecido como experiência inovadora pelo Ministério Público do RS. Isso nos sensibiliza e gratifica pelo impacto positivo na vida dessas crianças e adolescentes, não apenas na área da educação, mas também pelo aspecto social”, destacou Ana Cristina. 

Para o secretário de Educação, Edemilson Brandão, “o reconhecimento vem do esforço da Prefeitura em atender estas crianças hospitalizadas independente de estarem ou não matriculadas na rede municipal. É uma garantia para que essas crianças tenham direito à educação e mantenham o vínculo com a escola de origem e seu significado”, disse ele. 

Resumidamente, as duas professoras responsáveis pelo programa entram em contato com a escola de origem do aluno para saber as habilidades e competências de cada área do conhecimento, conforme o ano escolar. A partir disso, são preparadas as atividades. Desta forma, é assegurada a continuidade no processo de aprendizagem e conhecimento. O trabalho na também exige que seja identificado as necessidades educacionais de cada aluno, bem como as estratégias e procedimentos pedagógicos alternativos para o processo. 

Todo o trabalho é feito através do acolhimento, com suporte de uma equipe multidisciplinar do hospital que ajuda no processo da aula. O resultado já é positivo. Com a volta de alguns alunos do programa para a escola de origem, é possível avaliar a ação, como conta 

O Escola de Vida atende não apenas pacientes que moram em Passo Fundo, mas de todas as cidades que buscam tratamento no HSVP. 

Gostou? Compartilhe