Número de regiões do estado em bandeira vermelha cresce e Passo Fundo segue em alto risco

O estado apresentou queda de indicadores, mas aponta que as cores do mapa preliminar alertam para a gravidade da situação no Estado

Por
· 2 min de leitura
13 regiões estão com alto risco epidemiológico (Imagem: Divulgação)13 regiões estão com alto risco epidemiológico (Imagem: Divulgação)
13 regiões estão com alto risco epidemiológico (Imagem: Divulgação)
Você prefere ouvir essa matéria?

Passo Fundo foi classificada novamente em bandeira vermelha no mapa preliminar da 40ª rodada do modelo de Distanciamento Controlado. A região pode enviar pedido de reconsideração ao mapa preliminar até as 6h de domingo (07/02). Os pedidos serão analisados pelo Gabinete de Crise, e o mapa definitivo será divulgado segunda-feira (8/2). A vigência das novas bandeiras será de 9 a 15 de fevereiro. Passo Fundo está em cogestão regional, por isso pode seguir aplicando os protocolos de bandeira laranja. 

Passo Fundo também continua entre as regiões com maior número de novos registros de hospitalizações nos últimos sete dias, por local de residência do paciente, com 66 registros. As demais regiões são Porto Alegre (151), Caxias do Sul (127) e Canoas (51).

Estado

Na semana em que completa nove meses, o modelo de Distanciamento Controlado, lançado no dia 10 de maio de 2020, indica que a maioria das regiões está com alto risco para esgotamento da capacidade hospitalar e velocidade de propagação do vírus no mapa preliminar.

Divulgada nesta sexta-feira (5/2), a classificação prévia traz 13 regiões em bandeira vermelha – duas a mais do que na rodada anterior. As outras oito regiões receberam bandeira laranja.

Entre os indicadores monitorados pelo sistema de enfrentamento à pandemia, chamam a atenção a redução no número de pacientes confirmados com coronavírus em leitos clínicos (-7%) e um leve aumento nos leitos de UTI (+3%). Contabilizando o pequeno aumento do total de leitos e também dos confirmados com Covid-19 em UTI, verifica-se estabilidade no número total de leitos de UTI ocupados em todo o Rio Grande do Sul.

Na 40ª semana do Distanciamento Controlado, houve também redução nos registros de novas hospitalizações (-19%), de casos ativos (-17%) e de óbitos por Covid-19 (-15%).

Embora os dados indiquem estabilização e a vacinação será ampliada com a expectativa de envio de novas doses ao Rio Grande do Sul neste final de semana, as cores do mapa preliminar alertam para a gravidade da situação no Estado.

Com a proximidade do Carnaval, o Gabinete de Crise chama a atenção para que os gaúchos sigam respeitando os protocolos, principalmente quanto à higienização constante, evitar aglomerações e uso obrigatório de máscara em todas as bandeiras.

RESUMO DA 40ª RODADA

Regiões que apresentaram piora (5)

LARANJA > VERMELHA

  • Canoas (em cogestão)
  • Cruz Alta (em cogestão)
  • Ijuí (em cogestão)
  • Novo Hamburgo (em cogestão)
  • Taquara (em cogestão)

Regiões que continuaram iguais (4)

LARANJA

  • Bagé (em cogestão)
  • Caxias do Sul (em cogestão)
  • Guaíba
  • Pelotas (em cogestão)

VERMELHA (8)

  • Capão da Canoa (em cogestão)
  • Palmeira das Missões (em cogestão)
  • Passo Fundo (em cogestão)
  • Porto Alegre (em cogestão)
  • Santa Cruz do Sul (em cogestão)
  • Santa Maria
  • Santa Rosa (em cogestão)
  • Santo Ângelo (em cogestão)

Regiões que apresentaram melhora (4)

VERMELHA > LARANJA

  • Cachoeira do Sul (em cogestão)
  • Erechim (em cogestão)
  • Lajeado (em cogestão)
  • Uruguaiana
Gostou? Compartilhe