Região de Passo Fundo deve recorrer da classificação em bandeira preta

O recurso, no entanto, não deve ser aceito, conforme informado pelo governador Eduardo Leite

Por
· 1 min de leitura
11 regiões do estado estão em bandeira preta (Imagem: Divulgação)11 regiões do estado estão em bandeira preta (Imagem: Divulgação)
11 regiões do estado estão em bandeira preta (Imagem: Divulgação)
Você prefere ouvir essa matéria?

Após a classificação em bandeira preta na sexta-feira (19), a Associação dos Municípios do Planalto (AMPLA) deve encaminhar recurso para o governo estadual para tentar reverter a decisão. A informação foi repassada pela Prefeitura de Passo Fundo, que participou de reunião nesta manhã (20) com a associação.

O recurso, no entanto, não deve ser aceito. A informação foi adiantada pelo governador Eduardo Leite durante a live em que divulgou o mapa preliminar. A confirmação será divulgada junto com o mapa definitivo na segunda-feira (22).

Também na segunda, o governo do Estado se reunirá com a Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs) para avaliar a adoção da cogestão regional, que permite que as regiões possam adotar protocolos próprios compatíveis até o nível de restrição da bandeira vermelha, desde que previstos nos planos. Passo Fundo não prevê essa possibilidade no seu plano, no entanto, a Prefeitura não informou se ele deve ser alterado.

Gostou? Compartilhe