Professores da rede municipal têm semana de formação

De 22 a 26 de fevereiro, educadores terão acesso a 70 atividades virtuais como foco na qualificação da educação para (muito) além da pandemia

Por
· 1 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

A semana será de atividades de Formação Continuada para os professores da rede municipal de ensino. Entre esta segunda (22) e sexta-feira (26), os educadores terão acesso a cerca de 70 ações virtuais, como palestras e oficinas que, desenvolvidas pela Secretaria de Educação, têm como foco prepará-los para o início do ano letivo, em 1º de março, no formato remoto.

O prefeito de Passo Fundo, Pedro Almeida, que participou de uma das atividades online nesta segunda-feira, destacou a importância destas ações para os profissionais de educação, sobretudo, em um ano marcado por intensos desafios pedagógicos. “Este ano letivo deverá ser pautado por muito diálogo, transparência e inovações, inserindo os educadores num papel de protagonismo dessa construção”, ponderou ele, complementando que a rede municipal de ensino é motivo de orgulho para a Administração. “Temos professores comprometidos, que se dedicam, que integram ciclos constantes de atualizações e que encaram as mudanças, como ocorreu no ano passado, sempre pensando no melhor para os alunos. Esse acolhimento é essencial para o desenvolvimento das nossas crianças e adolescentes”.

A abertura do processo de formação ocorreu durante o turno da manhã. O secretário de Educação, Adriano Canabarro Teixeira, salientou que o tema central do ano será a qualificação da educação para além da pandemia. “Queremos dar suporte pedagógico e de infraestrutura à rede municipal de ensino para a concepção de cidadãos críticos, inovadores e capazes de impactar positivamente a sociedade. E isso se faz quando nossos professores são assim. Teremos um ano de desafios, que precisará de força, esperança, criatividade e conhecimento”, disse.

Para isso, durante a semana, a Secretaria de Educação promoverá atividades que fortalecerão as competências socioemocionais dos educadores, estimulando habilidades que permitam melhorar o seu desempenho no uso de diferentes ferramentas pedagógicas e metodológicas. A coordenadora pedagógica da Coordenadoria de Educação, Angelita Scottá, enfatizou que todas as propostas levam em consideração os recursos disponíveis. “Buscamos trazer o que é possível para aplicar com as crianças e adolescentes”, comentou.

O ano letivo está programado para iniciar no dia 1º de março. Em decorrência do atual cenário, a retomada das aulas será em modelo remoto, com atividades pedagógicas mantidas à distância. Além de proporcionar a formação dos professores, a Secretaria de Educação capacita as equipes diretivas e estrutura as escolas para atender os mais de 16 mil alunos.


Gostou? Compartilhe